Salesforce compra Slack por US$ 27 bilhões, em meganegócio da tecnologia

Aquisição é boa notícia para a Slack, que acumulou prejuízos no ano. Desde que rumores de negociação subiram, valor de mercado da empresa subiu 48%.
Slack: mensageiro corporativo é adquirido pela Salesforce por 27,7 bilhões de dólares (Bloomberg/Getty Images)
Slack: mensageiro corporativo é adquirido pela Salesforce por 27,7 bilhões de dólares (Bloomberg/Getty Images)
T
Thiago Lavado

Publicado em 01/12/2020 às 19:17.

Última atualização em 01/12/2020 às 20:33.

A Salesforce, líder global em software de gestão corporativa, oficializou nesta terça-feira, 1°, a aquisição do mensageiro Salesforce, bastante utilizado por empresas e startups. A compra é a maior aquisição da gigante de São Francisco, que desembolsou 27,7 bilhões de dólares no negócio.

Rumores da aquisição já haviam sido noticiados pela EXAME na semana passada. Com a oficialização, a Salesforce paga 27,7 dólares por ação da Slack, que abriu capital em 2019 na Bolsa de Nova York (NYSE). Na última divulgação de resultados trimestrais, a empresa apresentou receita de 215,9 milhões de dólares, aumento de 49%. Também ganhou 30% mais a de clientes, chegando a 130.000 consumidores pagantes.

No entanto, a empresa havia registrado perdas acumuladas de 147,6 milhões de dólares nos seis primeiros meses de 2020. Por essas e outras, a aquisição é um bom sinal para a Slack, que entrou em 2020 com perda de 40% do valor desde que havia descidido abrir capital. Desde que os rumores da negociação se tornaram públicos na seamana, o valor da Slack na bolsa subiu cerca de 48%.

As ações da Slack na NYSE registravam alta de 2,14% às 19h10 desta terça, nas operações pós-fechamento do mercado. Já as da Salesforce caíam 2,01%.

Com a expertise de comunicação da Slack, a Salesforce, uma gigante com faturamento anual de 20 bilhões de dólares, pode competir de frente com empresas como a Microsoft, que registrou bastante sucesso em implementações e no uso do Teams, sua plataforma de comunicação corporativa.

"Combinar a Slack com o Salesforce Customer 360 vai ser transformador para consumidores e para a indústria. A combinacão vai criar o sistema de operação para uma nova maneira de trabalhar, unicamente permitindo a companhias crescer e suceder no mundo totalmente digital", disse a Salesforce em aúncio oficial. A Slack é bastante utilizado como um mensageiro corporativo, que permite criar grupos de trabalho, equipes, além de conversas individuais.

Nos últimos anos, a Salesforce fez aquisições de peso. Em 2018, comprou a MuleSoft por 6,5 bilhões de dólares e, no ano seguinte, gastou 15,3 bilhões de dólares para incorporar o sistema de visualização de dados Tableau. A Tableau, sediada em Seattle, tem mais de 86.000 clientes, incluindo pesos-pesados de tecnologia, como a Verizon e a Netflix.

Outras aquisições menores da Salesforce, ainda neste ano, incluem a Vlocity, por 1,3 bilhão de dólares, e a rede de marketing The CMO Club, por um valor não revelado. Analistas já esperam algumas aquisições para aumentar sua velocidade de crescimento e inovação. O banco UBS recentemente afirmou que uma “falta de inovação” da Salesforce poderia prejudicar seu crescimento.