Robôs de Wall Street têm dificuldade de coletar dados no confuso mundo de investimentos do Reddit

Comunicação no fórum conta com linguagem própria, o que dificulta treinar algoritmos para coletar e interpretar dados vindos de lá

Emojis de foguetes para ganhos de ações. “Tendies” como gíria para lucros. GIFs com códigos de negociação das empresas.

O fórum WallStreetBets (WSB) do Reddit já é difícil de ser seguido por humanos nos melhores momentos. Mas pense nas máquinas.

Depois que a onda compradora liderada por investidores de varejo no mês passado levou a um caos sem precedentes, fundos de hedge que monitoram a plataforma com algoritmos têm um propósito renovado em sua missão de antecipar a próxima mania do mercado.

No entanto, não tem sido fácil treinar computadores para extrair a conversa de amadores em quadros de mensagens na forma de dados que possam ser encaixados para negociação em qualquer lugar no mundo real.

Mesmo para a tarefa básica de identificar valores mobiliários, um algoritmo tem que aprender como combinar a linguagem dos millennials, memes e erros de digitação com o assunto pretendido. E isso é apenas o começo.

Basta perguntar às pessoas por trás dos robôs do Reddit como Stefan Nann.

“Você não pode simplesmente aplicar a biblioteca de palavras padrão em inglês”, disse o CEO da Stockpulse, uma empresa de análise de redes sociais na Alemanha. “Estávamos lendo esses comentários e decidindo nós mesmos se eram positivos ou negativos — é assim que treinamos a máquina.”

A análise de sentimento da comunidade WSB é a última novidade no mundo dos dados alternativos, projetado para crescer de US$ 1,64 bilhão do ano passado para US$ 17,35 bilhões em receitas de fornecedores até 2027. A NN Investment Partners e PanAgora Asset Management estão entre os investidores sistemáticos que vasculham as redes sociais em busca de sinais de negociação, enquanto mais corretoras têm oferecido aos clientes ferramentas para fazer exatamente isso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.