Pornhub apresenta bateria de pulso movida a energia cinética

A página da pulseira, porém, não dá muitos detalhes sobre ela, o que gera algumas dúvidas sobre a veracidade do anúncio
 (Reprodução)
(Reprodução)
G
Gustavo GusmãoPublicado em 27/02/2015 às 13:35.

Nem só de pornografia e dados vive o Pornhub. O site especializado em vídeos “adultos” divulgou nesta semana um conceito interessante de pulseira que serve como bateria portátil, a WankBand. Ela pode ser ligada a diferentes tipos de gadgets e, presa ao braço, é recarregada de uma forma um tanto quanto peculiar: balançando o braço de cima para baixo.

O movimento é uma óbvia referência ao da masturbação, e faz com que uma pequena válvula seja ativada dentro do acessório. Ela gera e armazena energia cinética, que depois pode ser transferida por um cabo ao smartphone ou tablet que precisa de uma recarga.

Repleta de piadinhas como “o poder está em suas mãos”, a página oficial fala de sustentabilidade, mas não especifica quanto de carga a pulseira pode armazenar. Além disso, não dá muitos outros detalhes em relação ao funcionamento dela, o que pode até ser um indício de que tudo não passa de uma brincadeira do site de pornografia.

De qualquer forma, dado o histórico de acessórios do tipo, é provável que a promessa seja um pouco exagerada. As pilhas Pilo, por exemplo, também são recarregáveis por energia cinética, mas seu uso é mais indicado para dispositivos que não exigem tanta carga para funcionar, como um controle remoto ou um joystick sem fio. Por isso, é difícil de acreditar que uma pulseira movida a masturbação consiga recarregar um smartphone, mesmo que apenas parcialmente.

Dúvidas à parte, o site da WankBand diz que o produto ainda está em desenvolvimento, mas interessados já podem se candidatar a ser “beta testers”. É preciso apenas informar o nome e o e-mail e explicar por que você quer ser um testador. O endereço e o vídeo, aliás, não trazem nenhum conteúdo pornográfico, então pode acessá-los sem medo.