A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Por que o Flappy Bird foi tirado do ar por seu criador?

De golpe de marketing a suspeita de plágio, há várias hipóteses para a decisão tomada por Dong Nguyen no último sábado

São Paulo - Desde que Dong Nguyen anunciou no último sábado que seu game "Flappy Bird" não seria mais comercializado online, uma pergunta vem intrigando a internet: por que ele fez isso? De golpe de marketing a suspeita de plágio, vários rumores apontam razões possíveis para a decisão.

"Há uma teoria corrente de que Nguyen é algum tipo de gênio secreto do marketing e de que isso tudo foi um grande golpe para aumentar os downloads do jogo", afirma Forbes.

Ainda segundo a publicação, uma sequência do game ganharia muito mais atenção com a versão original do jogo fora de circulação. Mas há outros palpites.

Pop demais?

Outra hipótese levantada pela mídia especializada é que Nguyen teria se irritado com a enorme popularidade que seu game ganhou nos últimos tempos - ainda que ele tenha afirmado a The Verge que faturava 50 mil dólares por dia com os anúncios presentes em sua criação.

De dezembro para cá, o desenvolvedor vietnamita independente viu o jogo criado em abril do ano passado ganhar o topo dos rankings de download e as páginas da imprensa. E parece não ter gostado muito.

Em mensagens publicadas no Twitter, Nguyen chegou a afirmar que o Flappy Bird "arruinou sua vida simples":

Na rede social, ele ainda negou sua intenção de vender o game e resistiu bravamente ao assédio (e às críticas) dos jogadores de sua criação.

Plágio?

Uma terceira possibilidade para a decisão de Nguyen de tirar o Flappy Bird envolve acusações de plágio. Sites como o Wall Street Journal relacionam o design simples do game com as antigas criações da Nintendo - como Super Mario Bros.

Outro jogo constantemente comparado com o Flappy Bird é o Piou Piou vs. Cactus - lançado em 2011. Entretanto, Nguyen desmentiu que pudesse ter sido procurado pelos criadores desses jogos quando anunciou no Twitter a desativação de Flappy Birds. 

Em suas mensagens, ele deu a entender que estava mesmo cansado do assédio gerado pelo game - que desafiava o usuário a fazer um pássaro voar entre tubos sem bater em nenhum deles.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também