Tecnologia

Pirataria faz livro virar bestseller um mês antes de ser lançado

Livro que começou como um desabafo no Facebook circula na internet em cópias piratas e chega ao topo da lista dos mais vendidos da Amazon um mês antes de ser lançado

O livro Go the Fuck to Sleep começou como um desabafo no Facebook e acabou virando sucesso editorial (Reprodução)

O livro Go the Fuck to Sleep começou como um desabafo no Facebook e acabou virando sucesso editorial (Reprodução)

DR

Da Redação

Publicado em 18 de maio de 2011 às 09h48.

São Paulo -- A pirataria é uma prática fortemente combatida pela justiça. Mas e quando ela ajuda a transformar em bestseller um livro que ainda nem foi lançado, ela deve ser combatida? Foi o que aconteceu com Go the Fuck to Sleep (Adam Mansbach, Akashic Books), um livro infantil para adultos que será lançado no dia 14 de junho. O título conquistou o primeiro lugar na lista dos mais vendidos (nesse caso, ainda em pré-venda) pelo site Amazon, um dos maiores varejistas virtuais do mundo.

De acordo com o site Fast Company, o título nasceu como uma piada do Facebook. Mansbach, após ter perdido a paciência com a filha de dois anos, compartilhou na rede de amigos: "Atenção para o meu próximo livro de criança - 'Go the — to Sleep". O título era uma ordem irritada para que a criança fosse dormir, fazendo uso de um palavrão. A resposta dos amigos foi tão intensa que Mansbach resolveu transformar a piada em um livro de verdade.

Ainda falta um mês para o livro ser lançado e o título de apenas 32 páginas já conseguiu um acordo com a Fox para uma possível produção cinematográfica e está no topo da seção de livros do maior varejista online do mundo. Como? Pirataria, de acordo com Ibrahim Ahma, editor sênior da Akashic Books.

Versão em PDF

Uma versão pirata em PDF do livro ganhou a internet e, em pouco tempo, virou um dos assuntos badalados entre os falantes de língua inglesa. A reação causou um revés no comportamento da editora, acostumada a lutar contra a distribuição ilegal dos títulos que vende. Tudo indica que a pirataria digital influenciou o sucesso viral do título semanas antes de ser lançado.


O caso coloca um ponto de interrogação multibilionário na indústria editorial, que luta para se reinventar na era digital. Como as editoras podem se beneficiar com cópias não autorizadas de livros distribuídas gratuitamente? Se Go the Fuck to Sleep não tivesse sido pirateado, teria feito tanto sucesso?

Autores proeminentes, como o inglês Neil Gaiman, já afirmaram publicamente apoiarem a pirataria de seus trabalhos, como forma de aumentar a base de fãs. Enquanto a indústria não se decide, a Askashic Books parece satisfeita com o caso de Go the Fuck to Sleep. Em entrevista ao site Bay Citizen, Ahma não esconde a satisfação. "Até esta semana, não fizemos absolutamente nada para promover esse livro".

Sobre o livro

De acordo com o site Amazon, Go the Fuck to Sleep é um livro de ninar feito para adultos. Profano, apaixonante e radicalmente honesto, o título captura as tribulações familiares vividas na hora de colocar os filhos para dormir. No processo, o autor abre um diálogo sobre a tarefa dos pais, abrindo espaço para admitir e rir das absurdas frustrações.

Acompanhe tudo sobre:AmazonComércioE-bookse-commerceEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetlojas-online

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame