Pinterest negocia compra de aplicativo de fotos VSCO

De acordo com New York Times, o valor para a compra ser efetivada ainda está sobre a mesa
Pinterest: 460 milhões de usuários mensais em todo o mundo. (Andrew Harrer/Bloomberg)
Pinterest: 460 milhões de usuários mensais em todo o mundo. (Andrew Harrer/Bloomberg)
A
André Lopes

Publicado em 06/04/2021 às 11:55.

Última atualização em 06/04/2021 às 12:34.

A plataforma Pinterest, uma rede social avaliada em 51 bilhões de dólares muito utilizada por aficionados por decoração e outros hobbys para salvar referências na internet, está supostamente interessada em comprar o VSCO (pronuncia-se “visco”), um aplicativo de edição de fotos, de cores fortes, com ar retrô.

Segundo o jornal americano New York Times, as negociações continuam em andamento e ainda não existem valores cotados sobre um acordo.

Para o Pinterest, o momento é mais que oportuno. O serviço decolou durante a pandemia, registrando recordes de acesso e uso, depois de um IPO bem-sucedido em abril de 2020.

Hoje, o valor de mercado da empresa já cresceu mais de 7 vezes, gerando, inclusive, interesse de compra por parte da Microsoft.

Já o VSCO, que no passado almejou emplacar uma rede social similar ao Instagram, com ares mais exclusivos, é uma ferramenta de edição de fotos e vídeos disponível há mais de 10 anos e que não atingiu grandes voos.

O trunfo não tão recente da empresa foi cair nas graças de adolescentes e jovens adultos. A parcela feminina de usuários do app até criou o termo "garotas VSCO" para definirem a estética gerada pelos filtros do serviço. O título acabou dando origem a uma comunidade de mais de 4 milhões de seguidores, mas, ironicamente, no Instagram.

Ainda que nada esteja confirmado, a VSCO seria certamente uma aquisição interessante para o Pinterest, aglomerando, em uma pasta só, duas empresas especializadas em fotografias.