Pessoas otimistas têm melhores condições cardíacas, afirma estudo

O estudo também descobriu que otimistas tendem a ser fisicamente mais ativos do que os pessimistas.

Estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostra que pessoas que possuem uma atitude positiva na vida têm uma saúde cardíaca melhor. Entre os 5 100 adultos pesquisados, os otimistas apresentaram os melhores níveis de açúcar e colesterol no sangue.

“Indivíduos com os maiores níveis de otimismo têm o dobro de chance de possuir a condição de saúde cardiovascular ideal em comparação com os seus homólogos mais pessimistas ", escreve, em artigo, Rosalba Hernandez, professora da universidade e líder da pesquisa.

Quando os pesquisadores consideravam fatores socioeconômicos, a relação entre otimismo e saúde do coração era ainda maior. Quanto maior a renda e o nível educacional, maior era o otimismo dos participantes.

O estudo também descobriu que otimistas tendem a ser fisicamente mais ativos do que os pessimistas. Os otimistas apresentavam maior quantidade de massa magra no organismo, além de ser o grupo com menos fumantes.

O estudo começou no ano 2000 e coletou dados de todos os participantes de dois em dois anos. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.