Para pais, filhos sabem mais ou o mesmo que eles sobre internet

Segundo estudo da TNS, 30% acham que conhecem menos que as crianças sobre o meio digital e 23% pensam que o nível é igual

Rio de Janeiro - Um estudo da TNS comprova o envolvimento da nova geração com o mundo digital. Para 30% dos pais entrevistados, os filhos sabem mais do que eles sobre internet e tecnologia e, para 23%, o nível é igual ao deles. Ou seja, menos da metade considera seus conhecimentos na área superiores aos das crianças.

A pesquisa foi realizada com 600 pais e mães de internautas de seis a 12 anos em seis metrópoles brasileiras. Outro ponto foram as atividades mais realizadas pelo público infantil na web.

Em primeiro lugar estão os populares games online, com 94% das respostas, seguidos pelas tarefas escolares, com 80%. Em terceiro, estão as redes sociais, com 60%. Apesar dos entrevistados não serem o público-alvo destes sites, eles gastam 70% do tempo online em plataformas como Facebook e Twitter, ou cerca de 11 horas por semana.

Em relação ao controle dos pais, as atividades mais monitoradas são as redes sociais (53%), mensagens instantâneas (52%) e e-mail (46%). Já as que eles mais proíbem são compras online (68%), busca de informações para a compra (36%) e novamente as redes sociais (23%). Por outro lado, apenas cerca de 33% usam mecanismos para a restrição de conteúdos impróprios.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também