A página inicial está de cara nova Experimentar close button

O novo salto dos data centers

Há uma transformação em curso no setor de data centers

Há uma transformação em curso no setor de data centers. Rompendo a imagem de meros espaços para armazenamento de dados, o segmento investiu em inovação para responder à explosão de tendências que agregam big data, computação em nuvem, mobilidade e tecnologias sociais.

O conceito de ilhas inflexíveis ficou para trás. Mais recentemente, fornecedores passaram a colocar à disposição de seus clientes o que há de mais moderno nesses centros, suprindo a busca por serviços de TI adaptados para as necessidades de cada empresa.

A expansão do universo de ofertas dos data centers tem como um dos principais motores a redução de custos por meio da nuvem. Um exemplo é o crescimento dos data centers virtuais, serviço de infraestrutura capaz de unir a flexibilidade de cloud computing com a solidez das hospedagens tradicionais.

Outra tecnologia de nuvem emergente é a de aplicações de software e plataformas digitais, comercializadas como serviço. Em paralelo, as novas abordagens dos dispositivos de segurança, como monitoramento de tráfego e identificação mais robusta de ataques, também são estímulos para a terceirização dos servidores.

Essas constantes transformações mostram que o mercado brasileiro de data centers inicia uma etapa de maturidade. Ainda há, no entanto, espaço para crescer. Segundo a empresa de pesquisas Frost & Sullivan, esse mercado deve movimentar 1,9 bilhão de dólares este ano e deve atingir 2,7 bilhões de dólares em 2018.

Para Bruno Tasco, analista da indústria de tecnologia da Frost & Sullivan, o cenário coloca as empresas de telecomunicações em posição estratégica. “A segurança oferecida começa pela conectividade e permeia a operação inteira”, afirma.

Com seu portfólio de data center sempre em expansão, a Embratel reforça o seu compromisso – manter o alto desempenho e a interoperabilidade das soluções que oferece. Com constante investimento em soluções diversificadas de armazenamento, backup e gerenciamento, a Embratel disponibiliza sua cadeia de serviços para qualquer ambiente, do mais simples ao mais sofisticado, com total integração entre as ofertas de segurança, cloud computing e telecomunicações.

Os centros da Embratel se diferenciam pela tecnologia de ponta, segurança e baixa latência, inferior a 10 milissegundos no Data Center da Lapa, por exemplo, o que garante aos clientes uma velocidade de acesso muito maior que a oferecida pelo mercado. Além disso, contam com importantes certificações, como a Tier III do Uptime Institute, colocando os data centers da Embratel em posição de destaque, ao lado dos mais modernos centros do mundo, segundo Ney Acyr Rodrigues, diretor executivo de negócios data center da Embratel.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também