• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Netflix perde assinantes no 1º trimestre; primeira queda em 10 anos

Pressão de concorrentes e suspensão do serviço na Rússia podem ter contribuído
 (Getty Images/Jakub Porzycki/NurPhoto)
(Getty Images/Jakub Porzycki/NurPhoto)
Por André LopesPublicado em 19/04/2022 19:16 | Última atualização em 19/04/2022 19:16Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Como previam os analistas, a Netflix não conseguiu renovar sua base de usuários no primeiro trimestre. Mais do que isso, a plataforma de streaming perdeu 200.000 assinantes em todo o mundo desde o final de 2021, a primeira queda em mais de 10 anos.

Com a divulgação do balanço financeiro que demonstrou a retração nesta terça-feira, 19, suas ações caíram 23% em Wall Street nas negociações após o fechamento.

VEJA TAMBÉM:
O plano da Netflix para ser maior que a Sony e Microsoft nos videogames
Netflix compra estúdio de jogos de Stranger Things por US$ 72 milhões

Segundo a gigante do streaming, a queda deve-se principalmente à dificuldade de conseguir novos assinantes em todo o mundo, e também à suspensão de seu serviço na Rússia.

"A suspensão de nosso serviço na Rússia e a diminuição progressiva do número de assinantes pagos russos levou a uma perda bruta de 700.000 assinaturas. Sem este impacto, teríamos 500.000 assinantes adicionais" em relação ao último trimestre de 2021, informou a empresa em comunicado.

A pioneira do setor teve um forte crescimento durante a pandemia. O mercado esperava uma correção, mas não tão forte.

A empresa faturou 7,9 bilhões de dólares no primeiro trimestre do ano, 10% mais que no mesmo período do ano passado, em particular graças aos aumentos do número de assinantes em 12 meses (+6,7%) e do valor de seu serviço.

O lucro foi de 1,6 bilhão de dólares, abaixo do valor do primeiro trimestre de 2021 (1,7 bilhão).