Mundo irá descartar 5 bilhões de celulares em 2022, aponta levantamento

Caso empilhados uns em cima dos outros, os celulares formariam uma torre com 50 mil quilômetros de extensão
Celulares antigos: ainda há um total de 16 bilhões de celulares no mundo (Foto/Divulgação)
Celulares antigos: ainda há um total de 16 bilhões de celulares no mundo (Foto/Divulgação)
A
Agência O Globo

Publicado em 15/10/2022 às 12:25.

Última atualização em 15/10/2022 às 12:30.

A humanidade irá descartar 5 bilhões de telefones celulares ao longo de 2022, segundo uma estimativa da associação internacional Weee Forum, que lida com o manejo do lixo de equipamentos eletrônicos, divulgada nesta quarta-feira.

A estimativa foi calculada com base em dados de comércio internacional, segundo a associação, que reúne entidades de 46 países dedicadas ao manejo responsável de lixo eletrônico. Fazem parte dela representantes de Portugal, Dinamarca, Reino Unido, India e África do Sul.

Caso empilhados uns em cima dos outros, os celulares formariam uma torre com 50 mil quilômetros de extensão.

A associação apontou ainda para a um total de 16 bilhões de celulares no planeta — entre aqueles descartados e os em uso.

— As pessoas tendem a não perceber que todos esses itens aparentemente insignificantes têm muito valor e juntos em nível global representam um volume enorme — disse o diretor geral do Weee Forum, Pascal Leroy, referindo-se a presença de materiais valiosos na composição desses equipamentos, como o ouro, cobre e prata.