Mudança na cultura ajuda no sucesso dos negócios digitais, diz Gerd Leonhard

São Paulo – O alemão Gerd Leonhard, CEO da consultoria The Futures Agency, faz palestras em todo o mundo para falar sobre as tendências da tecnologia nos próximos...

São Paulo – O alemão Gerd Leonhard, CEO da consultoria The Futures Agency, faz palestras em todo o mundo para falar sobre as tendências da tecnologia nos próximos anos. No entanto, mesmo vivendo em uma sociedade cada vez mais conectada, ele não acredita que são apenas dados e algoritmos que construirão os grandes negócios do futuro. 

“Os algoritmos são necessários, mas precisamos de um ‘humanorítimo’: o fator humano continua a ser essencial”, afirmou durante a terceira palestra do dia no INFO Trends.

Nascido na cidade de Bonn, em 1961, Leonhard mudou-se para os Estados Unidos aos 21 anos. Lá, concluiu seus estudos na  Berklee College of Music, em Boston,  e seguiu carreira como produtor e compositor musical. Com o surgimento da internet, o alemão fundou sua primeira empresa digital, chamada LicenseMusic.com.

A partir daí, continuou a empreender no mercado de startups, além de fazer conferências para discutir o futuro da tecnologia. Autor de cinco livros, entre eles The Future of Content e The Future of Music, Leonhard é membro da instituição cultural inglesa Royal Society for the Arts. Em 2011, ele fundou a consultoria Green Futurists, que busca propor soluções para sustentabilidade.

Durante sua apresentação, o alemão disse que já visitou 12 vezes o Brasil e, a cada viagem, sempre percebe muitas mudanças no país. “Li um livro falando que o Brasil é o país do futuro. Mas, por favor, não tentem se tornar os próximos americanos porque isso não irá funcionar. É necessário entender a mudança dos estilos de vida e adaptar as boas ideias para a realidade de cada país”, disse.

De acordo com Leonhard, adaptar-se a uma nova cultura de pensamento é fator essencial para que uma empresa consiga ter sucesso. “O lema da nossa agência é: ‘Não estava chovendo quando Noé começou a construir a barca’. Então, se deseja fazer algo para o futuro, não se pode ter uma visão estreita das coisas”, afirmou.

As projeções do empreendedor indicam que 5 bilhões de pessoas estarão conectadas,  sendo que mais de 90% dessas pessoas utilizarão redes sociais. Assim, o dinheiro destinado a publicidade também se deslocará com velocidade para essas mídias: dos 900 bilhões de dólares gastos com anúncios, até 50% desse montante será destinado ao mercado digital. Por conta disso, o futurólogo afirmou que os “dados dos usuários se transformaram no novo petróleo”.

“As grandes empresas têm que lembrar que  também podem morrer. Por isso, é necessário criar um novo modelo de negócios interdependentes, reinventando a lógica da mídia tradicional”, disse Leonhard. As empresas de publicidade, por sua vez, também devem se adequar às novas características dos consumidores. “Não se pode mais pensar em simplesmente capturar as pessoas, mas sim buscar a satisfação do cliente, com engajamento.”

Antes de terminar sua apresentação, o empreendedor buscou motivar os participantes do encontro. “Descubra a sua grandeza e comece hoje a fazer essa transformação! Agregue novos valores, perceba qual é a nova lógica do mundo e, para mudar o futuro, busque se apaixonar por sua ideia.” 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também