Locaweb compra mais duas startups e já gastou quase R$ 400 mi desde o IPO

Companhia informou a aquisição da operação das startups Credisfera e Docca, ambas focadas na prestação de serviços para PMEs

Depois de captar mais de 2 bilhões de reais em uma nova oferta de ações, a Locaweb voltou ao mercado. A companhia brasileira de tecnologia desembolsou quase 53 milhões de reais e adquiriu o controle de outras duas startups. O movimento mais recente envolveu a compra da Credisfera, fintech que atua com soluções de crédito, e da Docca, que gerencia uma plataforma de lojas virtuais.

As aquisições reforçam a tese de que a Locaweb quer se tornar um verdadeiro conglomerado digital especializado em soluções para empresas de internet. Enquanto a Credisfera deve auxiliar a companhia a criar um plano focado para oferecer soluções de crédito para pequenos e médios empreendedores, a Docca será necessária para auxiliar no comando dos e-commerces desenvolvidos para os clientes.

De acordo com o que foi divulgado oficialmente, a aquisição da Credisfera gira em 26,6 milhões de reais, preço de fechamento da compra da totalidade das ações da fintech. A companhia foi fundada em 2015 em São Paulo por Wanderley Schmidt Campos, Eduardo Peixoto Ferreira Leite, Carlos Eduardo Carneiro Pinto de Magalhães e José Filipe Neis.

Já o valor de todas as ações da Docca é um pouco menor: 26,1 milhões de reais. Também fundada em 2015, mas no Rio Grande do Sul, a Docca Commerce cresceu 650% no ano passado e atingiu receita anual recorrente de 5 milhões de reais. Os fundadores são Dieter Fritsch, Gustavo Metz e Maicol Rafael Bruski. Tanto na Docca como na Credisfera, os executivos vão se juntar ao quadro de funcionários da Locaweb.

Credisfera e Docca agora fazem parte de um grupo que já contava com outras seis empresas adquiridas pela Locaweb desde a estreia na B3, há pouco mais de um ano. Ao todo, a Locaweb já desembolsou mais de 393 milhões de reais com as compras. Pode parecer muito, mas é preciso lembrar que a companhia previa gastar pelo menos 422 milhões de reais dos 575 milhões de reais captados no IPO com aquisições.

Além da Credisfera e a Docca, a Locaweb se tornou a controladora das empresas Social Miner (que faz análise de dados para e-commerce), Etus (que gerencia de redes sociais de empresas), Vindi (uma plataforma virtual de pagamentos), Ideris (que cria tecnologias para marketplaces), Melhor Envio (que envia de mercadorias pela internet) e ConnectPlug (que integra de marketplaces).

O mais recente movimento de compra não chega a surpreender. No comando da empresa, o empresário Fernando Cirne nunca escondeu que planejava ir às compras após a injeção de capital recebida com o IPO (e com a nova oferta de ações). “Fiz o IPO e peguei dinheiro para fazer aquisições. Agora é preciso entregar”, disse Cirne, em entrevista para a EXAME ainda no ano passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.