iPhone 8 custa US$ 247 para ser produzido, diz consultoria

A consultoria IHS Markit tradicionalmente "desmonta" os aparelhos da empresa para descobrir os custos de seus materiais

São Paulo - A Apple gasta US$ 247 para produzir um iPhone 8, modelo mais recente do smartphone que chegou às lojas norte-americanas na sexta-feira, 22.

Os números são da consultoria IHS Markit, que tradicionalmente "desmonta" os aparelhos da empresa para descobrir os custos de seus materiais.

O modelo mais simples do iPhone 8, com tela de 4,7 polegadas e armazenamento de 64 GB, custa US$ 247,51 para ser feito, contra US$ 237,94 na versão mais barata do iPhone 7 (que tinha só 32 GB de armazenamento), lançada em 2016.

O aumento no preço de produção dos aparelhos, porém, foi compensado pelo reajuste no preço dos iPhones. O iPhone 8 custa US$ 699, enquanto o iPhone 7 custava US$ 649 ao ser lançado no ano passado.

"O valor adicionado foi para as áreas de armazenamento, câmera e processamento. É onde conseguimos identificar melhorias, e o que justifica o maior preço da Apple", disse Wayne Lam, analista da IHS.

"Percebemos poucas mudanças nos dispositivos, de forma que imaginamos mais novidades dentro do iPhone X."

A situação é parecida com o iPhone 8 Plus, cujos componentes custam US$ 288 - só o seu novo modelo de câmera custa US$ 32,50.

Nas lojas, o modelo é vendido a US$ 799. Lançado no ano passado, o iPhone 7 Plus tinha materiais que custavam US$ 270,88 - o preço de lançamento do smartphone era de US$ 769.

Segundo a IHS, os componentes mais caros dos aparelhos são as telas e detalhes mecânicos, que foram atualizados da linha do iPhone 7.

Além disso, o vidro na traseira dos dispositivos que permite carregamento por indução requer um novo sistema de controle, aumentando os custos do aparelho.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também