Tecnologia

Internet em qualquer lugar? Starlink, de Elon Musk, lança antena do tamanho de um laptop

Hoje, existem cerca de 6 mil satélites da empresa em órbita – serviço, inclusive, pode ser contratado no Brasil

Empresa de Musk tem mais de 3 milhões de clientes em 100 países (Pavlo Gonchar/SOPA Images/Getty Images)

Empresa de Musk tem mais de 3 milhões de clientes em 100 países (Pavlo Gonchar/SOPA Images/Getty Images)

Publicado em 21 de junho de 2024 às 11h51.

Última atualização em 21 de junho de 2024 às 12h01.

A SpaceX está lançando uma versão compacta de suas antenas Starlink, o que a empresa de Elon Musk anuncia como uma opção móvel para seus clientes de internet via satélite.

“Starlink Mini é um kit compacto e portátil que cabe facilmente em uma mochila, projetado para fornecer internet de alta velocidade e baixa latência em qualquer lugar”, informou um e-mail enviado pela SpaceX na quarta-feira e divulgado pela CNBC.

A empresa está oferecendo um “número limitado” de antenas Starlink Mini por US$ 599 cada em uma espécie de pré-venda. Isso representa US$ 100 a mais do que o modelo básico de antena.

“Nosso objetivo é reduzir o preço do Starlink, especialmente para aqueles ao redor do mundo onde a conectividade era inacessível ou completamente indisponível”, escreveu a SpaceX.

Além do custo inicial de hardware, o serviço para um Starlink Mini custa efetivamente US$ 150 por mês – já que a SpaceX está oferecendo o serviço para um Mini como um pacote adicional de US$ 30 mensais, além de um serviço residencial de US$ 120 por mês.

Segundo a CNBC, a antena Starlink Mini tem aproximadamente o tamanho e o peso de um laptop, pesando pouco mais de um quilo. Tem aproximadamente metade do tamanho e um terço do peso da antena padrão do Starlink.

Elon Musk, escreveu em um post na segunda-feira que a configuração de um Starlink Mini leva menos de cinco minutos para fazer

“Este produto mudará o mundo”, declarou Musk.


A SpaceX tem expandido constantemente sua rede Starlink e ofertas de produtos desde o lançamento do serviço em 2020. Existem cerca de 6.000 satélites Starlink em órbita que conectam mais de 3 milhões de clientes em 100 países, de acordo com a empresa.

A SpaceX inicialmente tinha como alvo os consumidores residenciais, mas expandiu-se para outros mercados – incluindo segurança nacional, empresas, mobilidade, marítimo e aviação.

Acompanhe tudo sobre:elon-muskSpaceXInternet móvel

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame