Tecnologia
Acompanhe:

Indra cria projeto de transporte e mobilidade em Curitiba

A empresa espanhola Indra desenvolverá em Curitiba um projeto de sistema integrado de controle para ampliar a gestão de tráfego

 (Reprodução/VOCÊ RH)

(Reprodução/VOCÊ RH)

E
EFE

27 de fevereiro de 2019, 12h36

São Paulo - A empresa espanhola Indra desenvolverá em Curitiba um projeto de sistema integrado de controle para ampliar a gestão de tráfego urbano com prioridade para o transporte público, informou nesta segunda-feira a companhia.

O projeto prevê a implantação de novos Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS) e um Sistema de Ajuda a Operação do Transporte Público (SAE) para uma frota de 2.500 ônibus públicos, com um investimento de 15 milhões de euros (US$ 19,7 milhões).

Os novos sistemas na capital paranaense terão painéis de mensagens para informar os motoristas, detectores de tráfego, sistema de vigilância e recursos de vídeo.

Com os novos recursos, a empresa procura otimizar a gestão da mobilidade em tempo real, gerando planos dinâmicos que podem mudar de acordo com as condições do trânsito e antecipando possíveis situações de engarrafamento, com soluções alternativas por meio de um modelo de microsimulação.

Segundo a empresa, o sistema permitirá analisar todas as rotas de ônibus, identificar cruzamentos importantes e detectar os pontos ideais para a melhora dos tempos de viagem.

O sistema integrado reconhecerá a aproximação dos veículos nos cruzamentos e os controladores eletrônicos poderão acelerar ou estender o tempo dos semáforos.

Os parâmetros utilizados para dar prioridade aos coletivos serão os horários dos ônibus, a ocupação de passageiros, a posição das paradas e existência ou não de pistas exclusivas para os coletivos.

A companhia espanhola lidera a tecnologia para os sistemas de transporte público urbano em vários países do mundo, como China, Estados Unidos, Colômbia, Chile, México, Peru, Marrocos, Portugal, Polônia e Espanha.