Google permite pedir comida direto pela busca e pelo Maps

Gigante de tecnologia anunciou novidade em parceria com empresas de delivery e integradores de canais Rappi, Onyo e Delivery Center

Sabe quando você nunca lembra em qual aplicativo de entrega está aquele restaurante perto da sua casa? O Google está prestes a solucionar esse problema. A partir desta quinta-feira, 19, será possível fazer pedidos de restaurante diretamente pela busca e também pelo Google Maps.

A novidade foi anunciada inicialmente em parceria com empresas prestadoras de serviços de entrega ou integradora de canais, como Rappi, Delivery Center e Onyo. O Google afirmou que em breve vai expandir a lista de parceiros e que, fora do Brasil, tem até cadeias de restaurantes inclusos nesse modelo. Quando o usuário procurar por um restaurante que faça parte do catálogo e que tenha entrega na região dele, haverá o botão “faça seu pedido”, que irá conectar a um serviços parceiros.

A compra pode ser acompanhada dentro do Google, onde o pedido foi realizado, e é finalizada utilizando Google Pay, o que elimina a necessidade de cadastro em aplicativos. (Veja como será a interface).

Esse modelo deve tornar mais simples encontrar restaurantes e fazer pedidos sem a necessidade de navegar em diferentes aplicativos e realizar mais de uma busca. Segundo o Google, há demanda por esse tipo de solução, principalmente por causa do papel que a entrega de alimentos passou a desempenhar durante a pandemia e coronavírus — houve aumento nas buscas por “delivery” na plataforma e o termo atingiu recorde no primeiro semestre, com alta de 62% em relação ao mesmo período de 2019. Em alguns restaurantes, o faturamento vindo do delivery chegou a mais do que dobrar.

Para Alessandro Germano, diretor de desenvolvimento de negócios para a América Latina no Google, o objetivo é entregar um serviço útil ao usuários e ser um canal a mais para restaurantes aumentaram sua base e oferta de produtos. “Temos uma longa história de trabalhar com empresas no geral, de todos os tamanhos, nesse caso restaurantes para aumentar a visibilidade e presença deles online. Esse é um passo a mais para trazer uma opção interessante para esse setor bastante afetado [pela pandemia de Covid-19]”, disse.

O Rappi afirmou que, de início, não serão todos os restaurantes com disponibilidade imediata no novo sistema. “A ideia é ir aumentando o catálogo de restaurantes disponíveis com o decorrer do tempo. É importante ressaltar que o Rappi é um dos primeiros serviços a integrar o novo recurso do Google, que foi pensado para aperfeiçoar a experiência do usuário e contribuir com o ecossistema”, disse Sérgio Saraiva, presidente do Rappi no Brasil.

Segundo Saulo Brazil, co-fundador e presidente-executivo do Delivery Center, serviço que permite integrar o cardápio de restaurantes a diferentes plataformas de delivery, será importante para os restaurantes contar com um meio de vendas como esse. “Dado o momento atual dos restaurantes e dos lojistas de alimentação em geral é importante contar com um canal com o poder de geração de demanda que o Google tem”, disse.

Vídeo: O Facebook é o novo vilão?

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.