A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Google é multado em 170 milhões de dólares por coleta de dados de crianças

Plataforma de vídeos YouTube rastreava dados de crianças sem autorização

São Paulo – O Google recebeu uma multa de 170 milhões de dólares em razão da coleta não autorizada de dados de crianças na sua plataforma de vídeos YouTube. O valor foi resultado de um acordo amigável da empresa com a Federal Trade Comission (FTC), a agência federal americana para defesa do consumidor, e a Procuradoria Geral do Estado de Nova York. Ainda é necessária a aprovação do Departamento de Justiça.

Do valor de 170 milhões de dólares, 34 milhões ficariam com o Departamento de Justiça e 136 milhões ficariam com a FTC.

As autoridades entenderam que o Google aproveitou a popularidade do YouTube com crianças para se beneficiar em negócios junto a empresas interessadas nesse público. A companhia teria ainda se negado a reconhecer que parte de sua audiência era formada por menores de idade. Atualmente, o site de vídeos conta com um aplicativo dedicado ao público infantil, chamado YouTube Kids, que já vem pré-instalado em Smart TVs.

"Trataremos os dados daqueles que veem programas infantis no YouTube como se fossem de uma criança, independentemente da idade do espectador", afirmou, em nota, Susan Wojcicki, diretora do YouTube.

EXAME procurou o Google Brasil para comentar o caso, mas a empresa decidiu não se pronunciar localmente.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também