Free Fire se torna patrocinador da Seleção Brasileira

Parceria terá ainda inclusão das camisas da Seleção como "skins" no game, disponíveis a todos os jgoadores
Free Fire: sucesso dos games de smartphone é o mais novo patrocinador da Seleção Brasileira (MAURO PIMENTEL/AFP/Getty Images)
Free Fire: sucesso dos games de smartphone é o mais novo patrocinador da Seleção Brasileira (MAURO PIMENTEL/AFP/Getty Images)
Por Da redaçãoPublicado em 05/08/2021 11:50 | Última atualização em 05/08/2021 11:27Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Free Fire, conhecido jogo de tiro para smartphones, é o mais novo patrocinador da Seleção Brasileira de Futebol. A parceria foi anunciada pela Garena, desenvolvedora do game, e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O patrocínio tem dois anos de duração e inclui todas as seleções de futebol. Os valores não divulgados.

A parceria permite ainda que as camisas da seleção estejam no game em todo o mundo e sejam utilizadas como "skins" pelos jogadores. “Assim como a Seleção, o Free Fire é um sucesso no país e acessível a todos os brasileiros. Esta parceria é uma das mais estratégicas da CBF recentemente, pois nos aproximará ainda mais de um público extremamente relevante para nosso mercado que é o gamer", disse Fernando Mazza, diretor de operações da Garena Brasil.

O Free Fire é  um sucesso absoluto de público, especialmente no Brasil. O jogo tem mais de 80 milhões de usuários ativos por dia e foi o mais baixado no país no ano passado, fomentando campeonatos, comunidades em torno dos games e até a venda de periféricos para smartphones. Em julho, o game alcançou a marca de 1 bilhão de downloads na Play Store, a loja de aplicativos do Android.

Com o patrocínio, além das inclusões das camisas da seleção no game, a Free Fire terá aparição em placas de publicidade nos campos de treinamento e em entrevistas.