Facebook testa cobrança de assinatura em grupos

Rede social oferece assinatura com acesso a conteúdos exclusivos

São Paulo — O Facebook anunciou nesta quarta-feira um novo modelo de monetização: em um programa de testes, a empresa permite a cobrança de assinatura de usuários para terem acesso a grupos na rede social.

Os valores variam entre 4,99 dólares e 29,99 dólares que devem ser pagos por quem quiser ter acesso a conteúdos exclusivos.

Em entrevista ao site Cnet, Alex Deve, diretor de grupos no Facebook, disse que o recurso é testado com um grupo pequeno de usuários da rede social.

O modelo de cobrança funciona como uma forma de os administradores de grupos ganharem dinheiro com suas criações na rede social.

Recentemente, a mídia estrangeira especulou sobre uma versão do Facebook livre de rastreamento, mas não é disso que a novidade se trata. A empresa continuará a realizar suas práticas normalmente, com fins publicitários e para melhorar a experiência dos usuários.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.