A página inicial está de cara nova Experimentar close button

EUA: procuradores pedem que Facebook e Twitter removam perfis antivacina

Coalizão de 12 procuradores estaduais afirma que desinformação sobre vacinas nas redes custa vidas e a recuperação econômica do país

Uma coalizão formada por 12 procuradores-gerais de estados americanos pediu que Facebook e Twitter cumpram com suas políticas internas e removam contas de usuários que propaguem informações contrárias à vacinação.

"A desinformação disseminada via suas plataformas tem elevado a hesitação em torno da vacina, o que irá impactar a retomada econômica e, mais importante, causar ainda mais mortes desnecessárias", disseram os procuradores em uma carta conjunta publicada pelo escritório da procuradoria de Nova York.

A coalizão de procuradores afirma que existem 12 contas, além de organizações associadas a elas, que são responsáveis por 65% do conteúdo antivacina no Facebook, Instagram e Twitter. Essas contas espalham desinformação desencorajando pessoas de tomarem as vacinas contra a covid-19.

O grupo acusa ainda o Facebook de não aplicar checagem de informações e tarjas em conteúdos com informações falsas sobre a covid-19 e vacinas que aparecem em discussões na plataforma.

A carta foi direcionada aos CEOs das duas redes sociais, Mark Zuckerberg, do Facebook, e Jack Dorsey, do Twitter.

A divulgação acontece um dia antes de os dois executivos deporem diante do Congresso americano em uma sessão sobre compartilhamento de mentiras e falsidades nas redes sociais. O CEO do Google, Sundar Pichai, também participará da audiência.

 

 

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também