EUA descartam ciberataque por falha em Wall Street e United

O governo americano indicou que não existem sinais de "atividade maliciosa" ou de relação entre erros que suspenderam atividades da United e da Bolsa de NY

Washington - O governo dos Estados Unidos indicou nesta quarta-feira que não existem sinais de "atividade maliciosa" ou de relação entre os erros técnicos que suspenderam a atividade da companhia aérea United e da Bolsa de Nova York nesta manhã.

"Não há indicação de que agentes maliciosos estejam envolvidos, nem que ambos os eventos estejam relacionados", assinalou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, em sua entrevista coletiva diária, ao comentar a queda do sistema da Bolsa de Nova York (NYSE) e da companhia United Airlines.

Earnest respondeu assim à preocupação surgida depois do anúncio da companhia aérea United, uma das maiores do país, anunciar que um falha informática a tinha obrigado a paralisar 3.500 voos programados para esta manhã, e depois de a Bolsa de Wall Street informar da suspensão das operações por causa também de um problema informático.

"O problema que estamos experimentando é um tema técnico interno e não é resultado de um ciberataque", afirmou a NYSE em sua conta no Twitter.

A falha aconteceu ao redor das 11h30 (local, meio-dia e meia em Brasília), e até agora não havia sido solucionado.

Já a United anunciou no meio da manhã que tinha retomado todos seus voos após suspendê-los por duas horas em todo o mundo.

As agências de inteligência dos EUA advertiram recentemente dos riscos de um ciberataque sobre os sistemas informáticos do país, após reconhecerem que tinham registrado vários ataques destas características a empresas privadas. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.