Endereços IPv4 devem durar até 2012 no Brasil

Novos blocos de endereços foram disponibilizados para a região da América Latina

São Paulo – O NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) informou que o antigo estoque central de endereços IPv4 se esgotaram hoje, mas novos blocos foram disponibilizados para a região da América Latina.

O NIC.br é o órgão responsável pela distribuição dos endereços IP no Brasil e afirmou que com a chegada da nova reserva haverá endereços IPv4 disponíveis até 2012 no país, segundo estimativas.

O estoque faz parte de um pacote designado para o APNIC, o Registro Regional da Internet (RIR) para a região da Ásia e Pacífico.

Ao todo serão cinco blocos de endereços restantes e que devem ser distribuídos de forma equivalente entre os cinco RIR existentes na região.

O NIC.br compartilha as reservas que serão destinadas à LACNIC (Registro Regional para a América Latina e Caribe) e que recebeu o último lote.

Desta forma, espera-se que a chegada do protocolo IPv6, que tem quantidade ilimitada de endereços, desafogue a falta de opções por endereços na internet.

“O NIC.br se prepara para o término dos endereços do IPv4 desde 2007, quando iniciou treinamentos com provedores e usuários na intenção de adaptar o mercado brasileiro à realidade do IPv6. Além disso, desenvolvemos ações de forma a integrar tecnologias que permitam às versões 4 e 6 ‘conversar’ e coexistir em ‘Pilha Dupla’ (Dual Stack) enquanto for necessário, provavelmente durante os próximos 15 ou 20 anos”, afirmou em comunicado Antonio M. Moreiras, coordenador do projeto IPv6.br.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.