A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Elon Musk faz previsão sobre fim da crise de semicondutores

A escassez de chips afeta o mercado global de eletrônicos e, em especial, o setor automotivo; Tesla consegue driblar a crise

O bilionário Elon Musk, CEO da montadora de carros elétricos Tesla, afirmou nesta sexta-feira que a crise global de semicondutores, que impacta diversos setores do mercado, especialmente o automotivo, será superada em breve.

Musk disse acreditar que a crise é de curto prazo, durante conferência virtual Italian Tech Week, na província de Turim. “Há muitas fábricas de chips sendo construídas”, afirmou o bilionário.

A fabricação de semicondutores é concentrada na Ásia e eventos adversos impactaram a produção dos componentes, utilizados em diversos segmentos de mercado de eletrônicos. Alguns dos fatores apontados por especialistas são as restrições sanitárias para conter a covid-19, o bloqueio internacional à Huawei que levou ao aumento da demanda produtiva, o aumento do consumo de eletrônicos em 2020 e um incêndio em uma das fábricas.

No Brasil, montadoras precisaram paralisar ou reduzir a produção de veículos para lidar com a falta de chips. Fabricantes de notebooks também tiveram problemas na cadeia internacional de suprimentos.

Mesmo diante da falta de chips, a Tesla conseguiu atingir a marca de 1 bilhão de dólares de lucro líquido pela primeira vez no segundo trimestre, em razão do aumento das vendas de veículos elétricos.

Em março, o brasileiro Cristiano Amon, CEO mundial da Qualcomm (responsável pela criação de chips para smartphones, carros e eletrônicos em geral), afirmou acreditar que a falta de semicondutores no mundo irá terminar no fim deste ano, quando oferta e demanda estarão novamente equilibradas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também