Dados de 1,3 milhão de usuários do Clubhouse são postados em fórum online

Em um comunicado, o Clubhouse disse que a rede social não foi violada ou hackeada e que todas as informações são públicas
 (Jakub Porzycki/NurPhoto/Getty Images)
(Jakub Porzycki/NurPhoto/Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 11/04/2021 13:12 | Última atualização em 11/04/2021 13:12Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Os dados pessoais de 1,3 milhão de usuários do Clubhouse foram postados em um fórum de hackers na internet no sábado, 10. De acordo com publicação do site CyberNews, na lista de informações estão nome, contas em outras redes sociais, número de seguidores, e o endereço onde está a foto de perfil.

Em um comunicado via Twitter, o Clubhouse disse que a rede social não foi violada ou hackeada. “Os dados referidos são todas as informações de perfil público de nosso aplicativo, que qualquer pessoa pode acessar por meio do aplicativo ou de nossa API”.

Muitos usuários questionaram que a disponibilidade destas informações, mesmo que públicas, abre um precedente perigoso porque os dados pessoais podem ser usados para algum crime virtual, por exemplo.

Como funciona a rede

Uma rede social de voz, apenas para quem usa smartphones ou outros dispositivos da Apple e que você só pode entrar por convite. Assim é o Clubhouse, aplicativo criado por Rohan Seth, ex-funcionário do Google, e por Paul Davidson, empresário do Vale do Silício.

Lançado em 2020, em maio do ano passado o app contava com 1,5 mil usuários. O grande ponto de virada foi a participação de Elon Musk na plataforma, para um bate-papo com Vlad Tenev, CEO do Robinhood, na última semana. O volume de pessoas dentro do chat foi tão grande que teve de ser exibido também no YouTube e, é claro, ajudou a aumentar a popularidade da plataforma (que conta com 600 mil usuários atualmente).

Em linhas gerais, funciona da seguinte forma: depois de fazer login com o convite enviado, é possível preencher um perfil pessoal (adicionando nome e foto, como em qualquer outra rede) e seguir para "tópicos de interesse". Depois de selecioná-los, o aplicativo deve sugerir conversas (grupos de bate-papo) relacionados aos tópicos, além de pessoas para seguir dentro da própria plataforma.