Comissão dos EUA revoga regulamentação da neutralidade de rede

A aprovação da proposta do presidente da comissão, Ajit Pai, marca uma vitória para os provedores de serviços de internet

Washington - A Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos votou nesta quinta-feira pela revogação das regras de 2015 destinadas a garantir uma internet gratuita e aberta, estabelecendo uma disputa judicial por uma jogada que poderá reformular o panorama digital.

A aprovação da proposta do presidente da comissão, Ajit Pai, marca uma vitória para os provedores de serviços de internet como a AT&T, a Comcast e a Verizon Communications e lhes confere poder sobre o conteúdo que os consumidores podem acessar.

Celebridades de Hollywood, políticos democratas, e empresas como o Google, da Alphabet, e o Facebook pediram a Pai, um republicano nomeado pelo presidente norte-americano, Donald Trump, para manter as regulamentações da era de Obama vigentes, impedindo os provedores de serviços de bloquear, diminuir o acesso ou cobrar mais por determinados conteúdos.

Defensores dos consumidores e grupos comerciais que representam fornecedores de conteúdo planejaram um processo judicial visando a preservação dessas regras.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também