Claro estuda serviço para concorrer com Netflix

Atualmente, operadora de celular reformulou o seu serviço de streaming de vídeo, chamado de "Ideias TV"

São Paulo - Aproveitando o lançamento de suas redes HSPA+, que, em termos de velocidade, representam um passo intermediário entre o 3G e o 4G, a operadora de celular Claro reformulou o seu serviço de streaming de vídeo, chamado de "Ideias TV". O produto, criado há alguns anos dentro do portal da operadora, agora é acessível através de um site desenvolvido em HTML5, tecnologia compatível com a maioria dos smartphones vendidos no mercado brasileiro.

É possível assistir ao vivo as transmissões da MTV, Cartoon Network, Nickelodeon, Discovery Channel e History Channel, além de acessar vídeos de esportes, notícias e conteúdo adulto. O layout para a navegação foi redesenhado e houve a inclusão de um botão para colher comentários dos usuários. O desenvolvedor parceiro no projeto é a brasileira Movile.

Quanto ao aspecto comercial, o novo "Ideias TV" oferece três opções de assinatura: diária (R$ 0,50), semanal (R$ 2,99) e mensal (R$ 9,99). "Como as sessões no celular são curtas, geralmente para matar o tempo, criamos a opção de assinatura diária", justifica a diretora de serviços de valor adicionado e roaming da Claro, Fiamma Zarife.

OTT

Na Argentina, o grupo América Móvil, que controla a Claro, lançou recentemente um serviço de vídeo residencial over the top (OTT), acessível por usuários de banda larga fixa, com o nome de "Ideas Entretenimiento".

A Claro estuda a possibilidade de trazê-lo para o Brasil, aproveitando a convergência com outras empresas do grupo, como a Net e a Embratel. Será preciso também integrá-lo de alguma forma ao Ideias TV."Talvez não faça sentido manter duas marcas com dois serviços parecidos. Pensaremos em uma estratégia para convergir, para juntar esforços, dentro do conceito de TV everywhere, sob uma marca só", adianta Fiamma.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.