A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Cisco cria serviço de localização indoor

Solução, construída em parceria com a Qualcomm, será disponibilizada para desenvolvedores do mundo inteiro no fim do ano

Las Vegas - Aproveitando a tendência cada vez maior de disponibilizar hotspots Wi-Fi em lugares públicos, a Cisco e a Qualcomm estabeleceram uma parceria para promover serviços de localização indoor, funcionando da mesma forma como o serviço de posicionamento global de satélites (GPS).

O serviço será disponibilizado a desenvolvedores de aplicativos para aproveitarem as oportunidades da nova função. As empresas anunciaram a nova tecnologia durante a conferência Interop, realizada em Las Vegas, nos Estados Unidos, nesta semana.

De acordo com o executivo da Cisco Bob Friday, a nova tecnologia surge de uma aquisição de uma empresa de localização e análise de dados em setembro. As companhias fizeram uma demonstração no prédio da MGM em Las Vegas com ajuda da Samsung com seu smartphone Galaxy Express.

"A demonstração é sobre como a rede trabalha com os chipsets Snapdragon da Qualcomm e como podemos entregar uma assistência de rede em uma experiência móvel, ou seja, a mesma experiência do GPS, mas indoor", explicou ele com exclusividade para este noticiário.

O serviço utiliza triangulação com os hotspots Wi-Fi, atualizando a posição do device na rede a cada segundo. Segundo o executivo, isso causa impacto mínimo na rede, pois o tráfego utilizado para a localização seria pequeno. Além disso, a companhia oferece um aplicativo que funciona de forma contextual, avisando sobre os estabelecimentos comerciais próximos ao usuário. E a ideia também é abrir a tecnologia para a utilização em outros aplicativos. 


"A visão em longo prazo é de deixar isso disponível para a indústria para que qualquer desenvolvedor de aplicativo possa utilizar essa capacidade indoor", declara. A solução estará disponível até o final do ano no mundo inteiro, ainda de acordo com o executivo da Cisco.

Solução para interferência

Na previsão do relatório Cisco VNI, mais da metade do tráfego em smartphones e tablets em 2016 será feito por redes wireless fixas. Assim, o serviço de Wi-Fi também é uma das armas da empresa para ajudar a solucionar o problema de falta de espectro, realizando o offload da rede móvel de maneira seamless, isto é, transparente e suave, sem que o usuário precise autenticar ou se registrar em algum site.

"Hoje em dia as pessoas não ligam para o Wi-Fi, elas ligam para a conexão à Internet", dizFriday. Ele diz que ha um interesse global sobre o assunto, inclusive na América do Sul. "O Wi-Fi tem se tornado uma parte importante, pois haverá uma combinação de espectro licenciado e não-licenciado", diz, embora não saiba informar se há alguma conversa com operadoras brasileiras. A Claro lançou recentemente um serviço do tipo para seus hotspots com aparelhos iOS (iPhone, iPad e iPod touch).

Privacidade

A companhia também aposta no que chama de Billboard Experience, na qual coloca uma marca d'água, um ícone, no navegador do device enquanto o usuário está acessando a rede. "Isso reduz a fricção (na tela), queremos deixar esse device mais útil", afirma Friday. Na visão da Cisco, a ideia é não exigir muita digitação na tela do aparelho, permitindo interações com apenas o dedo polegar. "É o mesmo conceito de quando a pessoa está surfando na Internet e tem aquela experiência de dois cliques para acesso fácil a serviços." A ferramenta utiliza HTML5 e se conecta à nuvem da companhia, com uma camada de serviços por trás, mandando mensagens baseadas em contexto ao usuário. Segundo Friday, o serviço é totalmente opcional – caso não queira, o consumidor pode evitar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também