LHC recria condições do Big Bang

Na manhã desta terça-feira, pesquisadores do Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear (Cern) conseguiram desencadear choques de prótons a uma energia recorde
Cientistas do CERN durante experimento: colisões de partículas geraram energia de 7TeV (.)
Cientistas do CERN durante experimento: colisões de partículas geraram energia de 7TeV (.)
T
Talita AbrantesPublicado em 30/03/2010 às 11:34.

São Paulo - Após duas tentativas fracassadas, os pesquisadores do Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear (Cern) conseguiram pela primeira vez nesta terça-feira (30) colidir feixes de prótons dentro do Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês) a uma taxa de energia recorde.

O objetivo é recriar condições semelhantes aos instantes posteriores ao fenômeno do Big Bang, a grande explosão que teria dado origem ao universo há 13,7 bilhões de anos.

No teste que aconteceu às 8h de Brasília (13h de Genebra), o choque dos prótons gerou uma energia recorde de 7 TeV (tera ou bilhões de bilhões de eletronvolts). Esta marca é equivalente a três vezes o máximo alcançado  no fim de novembro, quando o equipamento atingiu a taxa de 1,18 TeV.

As colisões ocorreram a uma nanofração de segundo mais lenta que a velocidade da luz, dentro do Grande Colisor de Hádrons (LHC, em inglês), túnel circular de 27 quilômetros sob a fronteira franco-suíça, a cerca de 100 metros de profundidade.  

A colisão de cada partícula criou uma explosão que permite que os cientistas vinculados ao projeto em todo o mundo rastreiem e analisem o que aconteceu um nanossegundo depois do verdadeiro Big Bang. O plano é continuar operando continuamente por 18 a 24 meses, com uma curta pausa técnica no final de 2010.

A expectativa é de que a experiência ajude a desvendar mistérios importantes do cosmos, como a origem das estrelas e dos planetas, além de evidências concretas da matéria escura, responsável por 25% do Universo e da energia escura, que representa 70% do universo. Os pesquisadores acreditam que apenas 5% do universo represente a matéria visível, que reflete a luz.

O Grande Colisor de Hádrons (LHC) foi inaugurado em setembro de 2008. Logo depois, os testes foram paralisados por problemas de superaquercimento. Em novembro do ano passado, ele foi reativado.

Leia outras notícias de Pesquisa e Desenvolvimento.

* com informações da Reuters e CERN

 

 

Veja Também

ESG: Desenvolvimento humano retrocede no mundo
Um conteúdo Bússola
Há 2 semanas • 3 min de leitura

ESG: Desenvolvimento humano retrocede no mundo

Hugo Tadeu: Você como fonte de lucro nas redes sociais
Um conteúdo Bússola
Há 2 meses • 3 min de leitura

Hugo Tadeu: Você como fonte de lucro nas redes sociais

Hugo Tadeu: resgate da inovação brasileira
Um conteúdo Bússola
Há 4 meses • 3 min de leitura

Hugo Tadeu: resgate da inovação brasileira