China inicia construção de reator nuclear de terceira geração

Reatores dessa categoria destacam-se pela longevidade, eficácia e segurança, disse o governo chinês

 

A China se prepara para iniciar a construção do primeiro reator nuclear de terceira geração, rival potencial do EPR francês, anunciou nesta quarta-feira (6) o grupo estatal CNNC.

Em Fuqing (sudeste da China), a construção do primeiro reator ACP1000, também chamado de "Hualong-1", será colocada formalmente em andamento nesta quinta-feira (7), indicou a entidade China National Nuclear Corporation (CNNC).

Trata-se, anunciou a empresa, do primeiro reator de terceira geração, caracterizado, segundo ela, por sua longevidade, eficácia e segurança, que será inteiramente concebido e desenvolvido na China.

O governo havia dado sua aprovação em meados de abril para a realização deste projeto piloto, destinado a estimular uma indústria nuclear em ascensão, mas ainda dominada por tecnologias estrangeiras.

A China constrói atualmente 23 reatores, ou seja, um terço dos que são desenvolvidos ao redor do mundo, segundo a World Nuclear Association (WNA), que reúne os atores industriais do setor.

"Dizíamos que pegaríamos emprestados os barcos de outros para chegar ao oceano. Adiante, construiremos nosso próprio barco", comentou Qian Zhimin, diretor-geral do CNNC, durante uma coletiva de imprensa.

O CNNC já alcançou acordos de pré-venda do ACP1000 com Paquistão, e em fevereiro assinou outro com a Argentina.

O reator Hualong, de Fuqing, não deve entrar em funcionamento antes de 2020.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também