CEO da Salesforce compara Facebook a cigarros e pede regulação

Executivo afirmou que é a hora do governo intervir e regular as redes sociais

Um dos executivos mais poderosos do Vale do Silício comparou o Facebook aos cigarros. Em declaração para a CNBC, o CEO da Salesforce, Marc Benioff, afirmou que é a hora do governo intervir e regular as redes sociais, assim como aconteceu com a indústria do tabaco.

"É como cigarros. Eles não são bons para você. Com certeza a tecnologia tem qualidades viciantes que temos que abordar, e os designers de produtos estão trabalhando para tornar esses produtos mais viciantes. Nós precisamos controlar isso”, afirmou o executivo.

O Benioff, que fundou o software da empresa Behemoth Salesforce em 1999, é conhecido por assumir posições fortes em questões políticas, mesmo quando muitos dos empresários hesitam em tratar tais assuntos. Em 2015, ele cancelou todos os eventos da empresa em Indiana depois que o estado aprovou uma lei "anti-gay", que permitiu que os proprietários de empresas discriminassem pessoas LGBT.

"Nós somos iguais a qualquer outra indústria. Na tecnologia, o governo vai ter que se envolver. Existe alguma regulação, mas provavelmente terá que haver mais", disse Benioff.

Curiosamente a declaração acontece pouco após o Facebook admitir que as redes sociais manipulam a democracia, além de abrir (ou ampliar) um debate público sobre o assunto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.