Tecnologia

Carro voador completa viagem de 35 minutos na Eslováquia; veja o vídeo

O AirCar é movido por um motor BMW de 160 cavalos e vem equipado com uma hélice fixa. Ele se transforma de aeronave em veículo rodoviário em menos de 2 minutos

Carro voador: "AirCar não é mais apenas uma prova de conceito. Tornou a ficção científica uma realidade" (Klein Vision/Reprodução)

Carro voador: "AirCar não é mais apenas uma prova de conceito. Tornou a ficção científica uma realidade" (Klein Vision/Reprodução)

AM

André Martins

Publicado em 30 de junho de 2021 às 18h14.

Última atualização em 1 de julho de 2021 às 10h46.

Um protótipo de carro voador concluiu um voo de teste entre dois aeroportos da Eslováquia, que demorou 35 minutos no ar. Foi o primeiro voo interurbano do veículo. 

Desenvolvido pela empresa Klein Vision, o veículo chamado de AirCar foi apresentado pela primeira vez em 2019. "AirCar não é mais apenas uma prova de conceito. Tornou a ficção científica uma realidade", disse Anton Zajac, cofundador da empresa, em comunicado à imprensa.

O AirCar Prototype 1 é movido por um motor BMW de 160 cavalos e vem equipado com uma hélice fixa. Ele se transforma de aeronave em veículo rodoviário em menos de 2 minutos. O veículo é capaz de percorrer até 1.000 quilômetros e chegar a 2.500 metros de altura.

O protótipo pode transportar duas pessoas, com um limite de peso de 200 kg. “É um carro voador por todos os meios e propósitos”, disse a Klein Vision.

O voou entre a cidade de Nitra e a capital Bratislava aconteceu na segunda-feira, 28. No ar, o veículo voador atingiu a velocidade de 170 km/h. Após pousar, a aeronave se transformou em um carro e foi levada ao centro da cidade pelo CEO da Klein Vision, Stefan Klein, e por Zajac.

Segundo a Klein Vision, o projeto é protegido por 12 patentes e custou aproximadamente 1,7 milhão de euros.

Veja o vídeo:

yt thumbnail

A empresa informou que está trabalhando em um modelo chamado AirCar Prototype 2, que terá um motor de 300 cavalos.

Espera-se que seja capaz de cruzar a 300 km/h e ter um alcance de 1.000 quilômetros.

Segundo o site da empresa, o planejamento é desenvolver AirCar de três e quatro lugares, bem como versões bimotores e anfíbios.

Mercado em expansão

Diversas empresas estão explorando o potencial de veículos voadores, apesar dos obstáculos que incluem segurança e confiabilidade. No Brasil, a Embraer recebeu no inicio de junho uma encomenda de 200 unidades de seu “táxi-voador” para a anglo-americana Halo. O modelo só deverá ficar pronto em 2026.

Diferente do AirCar, o veículo da gigante aeronáutica é um eVTOLs, aeronave movida por eletricidade e com decolagem e pouso realizados em formato vertical por dez hélices que são movidas individualmente. A aparência é de um drone gigante.

A expectativa é que o veículo final tenha um piloto a bordo e possa transportar pessoas entre pontos estabelecidos de regiões metropolitanas como forma de reduzir o trânsito e a poluição nas grandes cidades.

Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia. Assine a EXAME.

Acompanhe tudo sobre:AeroportosAviõesCarrosCarros autônomosEmbraerEslováquia

Mais de Tecnologia

Apagão cibernético afetou 8,5 milhões de computadores da Microsoft

Uber apresenta instabilidade no app nesta sexta-feira

Zuckerberg diz que reação de Trump após ser baleado foi uma das cenas mais incríveis que já viu

Companhias aéreas retomam operações após apagão cibernético

Mais na Exame