Bruce Willis processará Apple para salvar coleção musical

Ator quer deixar sua extensa biblioteca do iTunes como herança para suas filhas, o obstáculo, porém, são os termos de uso do serviço da Apple

São Paulo – O ator Bruce Willis quer processar a Apple. O motivo, segundo explica o jornal britânico The Sun, é a coleção de músicas digitais que Willis armazena em sua conta do iTunes. O ator deseja deixar a sua biblioteca, que inclui clássicos de bandas como Led Zeppelin e The Beatles, por exemplo, como herança para suas três filhas.

Contudo, se depender dos termos de uso do serviço da Apple, seus downloads se perderão no dia em que o ator do clássico “Duro de Matar” (1988) morrer. Isso porque, de acordo com os termos, quando se adquire uma música ou um livro digital através do iTunes, o que o usuário recebe é, essencialmente, uma espécie de licença de uso e não a propriedade sobre o arquivo em questão.

O ator, que parece estar se preparando para o pior, teria conversado com seus advogados sobre a possibilidade de organizar um fundo que atuaria como detentor legal da sua coleção na ocasião da sua morte. Mas está interessado também acionar a empresa judicialmente com o objetivo de forçá-la a tratar da questão de maneira mais clara com seus consumidores ou, quem sabe, até fazer com que modifique a sua política de uso para o serviço.

A ação proposta pelo ator, embora ainda esteja em trâmites preliminares, levanta uma questão importante acerca dos serviços que permitem o download legal de arquivo na internet, e que também inclui outras empresas, como a Amazon. O ponto mais delicado diz respeito à maneira como as empresas esclarecem o assunto perante seus consumidores no momento em que os mesmos assinam embaixo dos termos de uso destes serviços. 

*Atualizada em 04/09: a esposa do ator desmentiu no Twitter a história publicada pelo The Sun

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também