• AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
  • AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
Abra sua conta no BTG

Brasileiro usa celular por mais de três horas por dia

Pesquisa mostra o quanto os brasileiros passam conectados no smartphone. Entre os mais jovens, tempo gasto é ainda maior

	Smartphone: brasileiro passa, em média, mais de três horas por dia conectado no celular
 (michaeljung/Thinkstock)
Smartphone: brasileiro passa, em média, mais de três horas por dia conectado no celular (michaeljung/Thinkstock)
Por Bruno do AmaralPublicado em 16/09/2016 10:24 | Última atualização em 16/09/2016 10:24Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O brasileiro passa em média 3h14 por dia conectado com o celular, segundo indica pesquisa da associação de marketing móvel MMA realizada pela Millward Brown Brasil e NetQuest e divulgada nesta quinta, 15. Considerando apenas os jovens da geração millenials, a média é de 4h por dia conectado à Internet em um aparelho móvel.

Com destaque, atividades como fazer chamadas (89%), navegar na Internet (87%), acessar emails (85%) e mecanismos de buscas (71%). A pesquisa foi realizada com 1,2 mil pessoas de 14 a 55 anos.

Cresceu a propensão a clicar em publicidade online, segundo a MMA. Neste ano, 32% afirmavam não clicar em nenhuma propaganda, contra 41% em 2015. No período, o YouTube ultrapassou o Facebook como rede com mais visibilidade da publicidade.

Para millenials, 22% davam atenção à publicidade na Internet, contra 30% no ano anterior. A parcela que sempre dá atenção à publicidade subiu de 9% para 13%. A pesquisa indica também que quatro em dez usuários já efetuam compras de produtos e serviços via aplicativos, como roupas, taxis e ingressos.

O uso de aplicativos cresceu, segundo a entidade. Em 2016, os brasileiros usam em média oito apps por semana, contra seis no ano passado. A maioria (83%) afirmou fazer download de novos programas, e 34% contam com até dez apps em seus aparelhos.

Percepção das operadoras

A pesquisa da associação mostra 48% avaliam plano de dados como ruim, 13% como péssimo e 25% como "nem bom, nem ruim". Para 11%, o plano é considerado bom, enquanto apenas 3% consideram excelente.

Em 2015, os índices eram mais favoráveis às operadoras: 16% consideravam ruim e péssimo, 47% consideravam bom, 7% excelente e 30% neutros. A entidade ressalta, apesar da percepção negativa, aumentou a penetração de planos de dados de 60% para 67%.