Brasil é o único país do mundo com aulas para hackers

Relatório da empresa de segurança Trend Micro mostra preços de aulas e de produtos e serviços no mercado clandestino virtual do Brasil

São Paulo – O Brasil é o único país do mundo onde são oferecidas aulas para quem quer cometer crimes virtuais. A informação foi publicada em um relatório sobre segurança virtual da Trend Micro (em inglês).

O Brasil é o terceiro país a receber um relatório exclusivo da empresa. Antes, Rússia e China haviam sido mapeadas. O relatório é chamado “The Brazilian Underground Market”, “O Mercado Clandestino Brasileiro”, em português.

Ele analisa as particularidades do Brasil nessa área. Uma das informações destacada pela Trend Micro é o mercado de aulas para hackers do mal (ou crackers). De acordo com a empresa, criminosos mais experientes dão até suporte via Skype para aqueles que têm dúvidas.

Vídeos com informações passo a passo também são facilmente encontrados em fóruns online, de acordo com a Trend Micro. Cursos básicos saem por até 120 reais. Outros mais complexos são oferecidos por 1.500 reais.

No Brasil os hackers se comunicam e publicam conteúdo em redes famosas como YouTube, Twitter, Facebook ou Skype. Na Rússia e na China, os contatos são mais discretos, normalmente por meio de IRC, uma forma antiga de bate-papo online.

O Brasil está entre os três países que mais espalham vírus direcionados a sistemas bancários online. O primeiro são os Estados Unidos (responsáveis por 13% das ameaças). O Brasil vem empatado com o Vietnã em segundo lugar, cada um responsável por 9% das pragas virtuais do mundo.

A Trend Micro ainda levantou o preço de venda de outros materiais ilegais. Números de cartão de crédito custam a partir de 90 reais. Listas de números telefônicos saem por 750 reais (o valor depende do tamanho da cidade). Um programa para enviar spam por SMS sai por 500 reais.

A Trend Micro ainda afirma em seu relatório que, assim como visto na Rússia e na China, os preços do mercado clandestino virtual brasileiro estão caindo. Um programa gerador de números de cartão de crédito que em 2011 custavam 400 reais, hoje pode ser encontrado de graça.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também