Tecnologia

Autores chineses processam Apple por direitos autorais, diz mídia

Nove autores da Sociedade de Copyright de Trabalhos Escritos processou a unidade da empresa em Pequim por violação de direitos autorais em 37 obras

Nos últimos anos, o mesmo grupo travou batalhas semelhantes com Baidu e Google sobre livros online (Andrew Burton/AFP)

Nos últimos anos, o mesmo grupo travou batalhas semelhantes com Baidu e Google sobre livros online (Andrew Burton/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de janeiro de 2012 às 11h55.

Xangai - Um grupo de autores chineses processou a Apple em 11,9 milhões de iuanes (1,9 milhão de dólares) em compensações por suposta violação de direitos autorais no fornecimento de livros para download na loja online da companhia, informou a revista chinesa Caixin.

O grupo por trás do processo tem solicitado à empresa há meses que retire os livros da Apple Store.

O grupo de nove autores, chamado de Sociedade de Copyright de Trabalhos Escritos (CWWCS, na sigla em inglês), processou a Apple em Pequim por violação de direitos autorais em 37 obras, segundo a publicação.

Nos últimos anos, o grupo travou batalhas semelhantes com Baidu e Google sobre livros online.

Nenhum representante da CWWCS comentou o assunto. Uma porta-voz da Apple não estava imediatamente disponível para comentários. Ligações para a corte responsável pelo caso não foram atendidas.

Acompanhe tudo sobre:AppleÁsiaChinaCopyrightE-booksEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaLivrosProcessos judiciaisTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

CEO do Spotify confirma que assinatura "deluxe" com áudio de alta fidelidade chegará em breve

CrowdStrike: o bug em mecanismo de segurança que causou o apagão cibernético

Apple TV+ faz em um mês audiência que a Netflix faz em um dia

Alphabet registra lucro líquido de US$ 23,6 bilhões no segundo trimestre de 2024

Mais na Exame