Apple lançará Wonderbox, jogo brasileiro, no Apple Arcade

Título de aventura permite construir e jogar diferentes cenários. Segundo Aquiris, estúdio por trás do game, ideia é que ele seja atualizado constantemente.

Um jogo totalmente brasileiro está prestes a compor o catálogo do Apple Arcade, serviço de assinatura de jogos da Apple. Trata-se do Wonderbox, título de aventura que permite jogar, e construir, cenários inteiros, passando por obstáculos, como inimigos e quebra-cabeças.

O game é desenvolvido pelo estúdio gaúcho Aquiris, que está nesse mercado há 13 anos e conta com outros títulos conhecidos, como o Horizon Chase, jogo de corrida no melhor estilo dos clássicos de fliperama da década de 1980 e 1990. 

O Horizon Chase traçou a cama para uma parceria entre a Aquiris e a Apple: o título foi escolha dos editores da App Store em 2015, e ficou em destaque para download durante uma semana — uma marca alcançada somente por cerca de 50 jogos em todo o mundo a cada ano. De acordo com Sandro Manfredini, diretor de negócios da Aquiris, o investimento de 700.000 reais no desenvolvimento do jogo foi reavido em 10 dias, tamanho o sucesso da divulgação. Atualmente o Horizon Chase acumula mais de 50 milhões de downloads.

O Wonderbox é a nova aposta do grupo, que repete agora a parceria com a gigante americana. O game tem mecânicas parecidas com alguns dos principais sucessos atuais do mercado de games, como Roblox e Minecraft, que dão vazão à criatividade via construção de blocos.

Os jogadores do Wonderbox têm acesso ao modo criador, onde possuem todos os recursos ilimitados para viver a própria aventura. O jogador também pode jogar com mais pessoas no modo de grupo e, ainda, customizar o seu próprio personagem. O game estará disponível no Arcade e pode ser jogado nos dispositivos da Apple. A plataforma de jogos da empresa tem custo de assinatura de 9,90 reais por mês.

No universo dos games, o momento é de crescimento. O setor deve terminar o ano com mais 150 milhões de novos jogadores, totalizando 2,7 bilhões. O tamanho desse mercado é estimado em 159 bilhões de dólares, de acordo com dados da consultoria Newzoo. Com a pandemia de coronavírus e o isolamento social, o consumo de jogos aumento: segundo o banco Goldman Sachs, os games cresceram 95% nos Estados Unidos em maio.

Para Maurício Longoni, diretor executivo da Aquiris, o conceito por trás é que o Wonderbox poderá ser operado por muitos anos, com adições de novos sets de conteúdo e funções — novos blocos, personagens, itens –, que permitirão criar diferentes tipos de aventura. “Tivemos uma relação com a Apple desde o início do desenvolvimento. A filosofia do Apple Arcade é muito em linha com o que estamos desenvolvendo”, explicou.

“A gente tem visto cada vez mais exemplos de jogos que não estão em um ciclo curto”, disse Manfredini, diretor de negócios da Aquiris. “Mesmo jogos premium não são construídos para ir para a prateleira e depois não existir mais na vida das pessoas”.

O lançamento ainda não tem dada certa, mas não passa de 2020. O Apple Arcade, diferente de outros modelos de jogos por assinatura, como o Google Stadia, está mais em linha com o processo de aquisição: os jogos não funcionam por streaming, precisam ser baixados e estão disponíveis mesmo offline.

Correção: uma versão inicial deste texto afirmava que o jogo Horizon Chase tinha 150 milhões de downloads. A informação foi corrigida em 07/10, às 10h14.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.