Tecnologia

Apple apresenta o iPhone 5. Acompanhe a cobertura ao vivo

Acompanhe a cobertura da apresentação do iPhone 5 e de dois novos modelos do iPod, da Apple, em São Francisco, na Califórnia

A apresentação do novo iPhone acontece no Yerba Buena Center for the Arts, em São Francisco, Califórnia, aqui visto no dia do anúncio do novo iPad, em março (Blake Patterson / Wikimedia Commons)

A apresentação do novo iPhone acontece no Yerba Buena Center for the Arts, em São Francisco, Califórnia, aqui visto no dia do anúncio do novo iPad, em março (Blake Patterson / Wikimedia Commons)

Maurício Grego

Maurício Grego

Publicado em 12 de setembro de 2012 às 16h03.

16:00 Tim Cook se despede da plateia e encerra o evento da Apple em São Francisco. Vejamos um resumo do que ele e sua equipe apresentaram hoje:

1. iPhone 5, com tela de 4 polegadas, conexão celular 4G e o novo conector Lightning

2. iPod touch de 5ª geração, com tela de 4 polegadas, seis opções de cores, assistente falante Siri e duas câmeras

3. iPod nano de 7ª geração, com tela de 2,5 polegadas capaz de exibir vídeo

4. Novo app da loja iTunes para iPhone, iPad, Mac e PC

5. Novos fones de ouvido EarPods

6. iOS 6, a nova versão do sistema operacional móvel da Apple, será liberado para os usuários no dia 19

15:55 O Foo Fighters toca mais uma música, "Walk". Quando a canção termina, a plateia aplaude em pé. 

15:50 Dave Grohl, do Foo Fighters, diz: "É muito bom estar aqui e conhecer todas essas pessoas que estão criando nosso futuro". Em seguida, começa a tocar outra música, "My Hero". 

15:45 Os novos iPod chegam às lojas em outubro nos Estados Unidos. A faixa de preços continua sendo de 49 dólares para o iPod Shuffle até 399 dólares para o iPod touch de maior capacidade, 64 GB. A apresentação parece estar chegando ao fim. Tim Cook volta ao palco. Ele faz um resumo do que a Apple anunciou hoje. Surpresinha final: a banda Foo Fighters aparece no palco. Eles tocam uma música em estilo acústico, com violões. 

15:40 Como previsto, a Apple tem novos fones de ouvido, os EarPods. "Levamos três anos para desenvolvê-los", diz Joswiak. As fotos que circularam antes da apresentação eram verdadeiras. Os fones são exatamente como havia sido divulgado. Um vídeo é exibido e, nele, aparece Jony Ive, o poderoso vice-presidente de design da Apple. Ele diz: "Criar fones que servem bem para todos é como criar sapatos capazes de se ajustar a qualquer pé. E é exatamente isso que fizemos". Joswiak volta. Os novos fones serão vendidos separadamente e também serão fornecidos com o novo iPod touch, com o novo iPod nano e com o iPhone 5. 


15:35 O novo iPod touch (5ª geração) também tem uma câmera frontal para videoconferência. Além de Wi-Fi, ele tem conexão Bluetooth 4.0. Por meio do recurso AirPlay, o usuário pode rodar jogos e filmes e vê-los na TV. E, depois de tantas novidades previsíveis, uma surpresa: o iPod touch passa a ter a assistente falante Siri. O novo modelo estará disponível em cinco cores. Agora é hora de falar dos novos fones de ouvido EarPods.

15:30 Sobe ao palco um desenvolvedor que demonstra um jogo no iPod touch. O nome é Clumsy Ninja. Joswiak diz que a bateria do novo iPod touch aguenta 40 horas de audição de música. O novo modelo também tem uma câmera iSight de 5 megapixels. Tem foco automático, lente de safira e (para os nerds da fotografia) abertura f/2,4. O aplicativo iPhoto pode ser usado nesse novo iPod touch. Joswiak  mostra, então, um novo acessório para o iPod touch. Trata-se de uma alça para pulso, o Loop

15:25  Joswiak diz que o iPod nano, agora em sua 7ª geração, volta a exibir vídeo. Ele tem o novo conector Lightning, tembém usado no iPhone 5. Próximo assunto: iPod touch. O novo modelo tem 6,1 mm de espessura e pesa 88 gramas. "É o iPod touch mais leve que já fizemos", diz Joswiak. A tela é de 4 polegadas, como a do iPhone 5. E o processador é o A5, o mesmo do iPhone 4S. Parece que o novo chip A6 foi reservado para o iPhone 4S, por enquanto. 

15:20 Quem vai fazer a apresentação dos novos iPod é Greg Joswiak. Ele começa falando que 350 milhões de iPods já foram vendidos. Ele passa, então, a falar do iPod nano. Já houve seis gerações desse player. A foto do novo modelo surge na tela. Parece um mini iPhone. Tem 5,4 mm de espessura. É 38% mais fino que o iPod nano da 6ª geração. A tela é de 2,5 polegadas. "É a maior que já pusemos no iPod nano", diz Joswiak. A tela é sensível a múltiplos toques e há sete opções de cores. 

15:15 Segue demonstração do iTunes no Mac. É exibido um trecho do filme Avengers e são tocadas músicas de Bruce Springsteen. O novo iTunes para Mac sai em outubro. É hora de falar do novos iPod.

15:10 O iTunes ganha novo desenho também no Mac. E há novos recursos. As gravadoras e artistas podem distribuir fotos aos fãs, por exemplo. Tanto no iOS como no Mac, o iTunes ficou mais bonito, com imagens maiores, organizadas à maneira do Pinterest. Ao ouvir música de uma lista de execução, é possível ver quais serão as próximas faixas a serem tocadas e pular para uma delas. Esse recurso está presente, inclusive, no miniplayer, um novo recurso do iTunes do Mac. 


15:05 O iOS 6 vai ser liberado para os usuários no dia 19, ou seja, daqui a uma semana. Ele poderá ser instalado no iPhone 3GS e mais novos, iPad 2, novo iPad e iPod touch de 4ª geração. Terminada a parte do iPhone 5, o assunto passa a ser música. É hora de falar do iTunes e do iPod. Sobe ao palco Eddy Cue, o vice-presidente responsável pela loja iTunes. Ele diz que a loja está disponível em 63 países. Dois terços dos downloads vêm de dispositivos móveis com o iOS. E a loja passa a ter um novo desenho nesses dispositivos. Uma das mudanças é que os usuários podem "curtir" no Facebook itens do iTunes. A integração Apple-Facebook parece séria. O novo desenho estará disponível em 19 de setembro junto com o iOS 6.

15:00 Quem fala, agora, é Bob Mansfield, vice-presidente de engenharia da Apple. Ele fala sobre o desafio de criar um smartphone mais fino, mais poderoso e com boa autonomia de bateria. Ele diz que a câmera tem, agora, lente de safira. São exibidas fotos do chassis do iPhone 5 sendo fabricado e testado. No final, Phil Schiller volta ao palco. Ele confirma que o iPhone 5 terá os mesmos preços que, até agora, eram do iPhone 4S. Tanto o iPhone 4S como o iPhone 4 terão seus preços reduzidos. O iPhone 5 chega dia 21 às lojas em oito países. O Brasil, como prevíamos, não está entre eles. 

14:55 A Siri também pode, agora, publicar coisas no Facebook para o usuário. Forstall se despede e Phil Schiller volta ao palco. Ele diz que o iPhone 5 estará disponível nas cores preto e branco. Ele resume as novidades do iPhone 5. O aparelho tem 7,6 milímetros de espessura, como vinha sendo antecipado. "É o smartphone mais fino que já fizemos", diz. Com peso de 112 gramas, o iPhone 5 é 20% mais leve que o iPhone 4S. Jony Ive, o poderoso vice-presidente de design da Apple, aparece no telão. "Aumentamos a tela de uma forma que o iPhone continua cabendo confortavelmente na mão", diz. A frase, é claro, inclui uma crítica velada à turma do Android e seus smartphones com telas gigantes.

14:50 Scott Forstall passa a mostrar os melhoramentos no browser Safari. Há um novo modo de tela cheia. Ele passa, então, ao Passbook, o aplicativo do iOS 6 que armazena ingressos e passagens digitalmente. Na sequência, ele demonstra o compartilhamento de fotos no iCloud. Para terminar a parte do iOS 6, ele mostra alguns aperfeiçoamentos na assistente falante Siri. O usuário pode obter resultados de jogos e filmes recomendados, por exemplo, consultando a Siri. Todas essas novidades do iOS 6 já haviam sido apresentadas em junho, durante o WWDC, o congresso anual para desenvoledores da Apple. 

14:45 Phil Schiller passa a apresentar o novo conector de dados dos dispositivos móveis da Apple. Como já vinha sendo antecipado, ele se chama Lightning. O conector é reversível. Pode ser acoplado ao iPhone 5 em qualquer posição. Ele também mostra o adaptador que vai permitr a conexão do iPhone 5 a acessórios criados para os modelos anteriores do iPhone. Terminada essa parte, Scott Forstall, outro vice-presidente da Apple, sobe ao palco para apresentar o iOS 6, nova versão do sistema operacional móvel da Apple. Ele mostra o novo aplicativo Mapas da Apple, que vai substituir o anterior, baseado no Google Maps. Forstall destaca o mecanismo que permite pesquisar pontos de interesse. Ele passa, então, à Central de Notificações. Agora, será possível publicar mensagens no Twitter e no Facebook de dentro dela.


14:40 A câmeara do iPhone 5 cria fotos panorâmicas juntando várias imagens. O resultado pode ser uma foto com 28 megaíxels ou mais. A câmera filma em full HD. Schiller diz que é possível fotografar durante a filmagem. Outra novidade é que o iPhone 5 tem três microfones: embaixo, na frente e atrás. O iPhone 4S tem dois. Um microfone capta a voz de quem fala. Os demais servem para cancelamento de ruídos. Schiller diz que o alto-falante embutido também foi melhorado. 

14:35 Phil Schiller fala sobre a câmera iSight do iPhone 5. A resolução é de 8 megapixels, a mesma do iPhone 4S. Ele diz que a nova câmera é menor que a do iPhone 4S, o que é necessário para que caiba no iPhone 5, que é mais fino que o modelo anterior. Mas diz, também, que ela fotografa melhor com pouca luz. Mas é bom não esperar muito. Câmeras de smartphones nunca fotografam muito bem com pouca luz. Shiller mostra algumas fotos e diz que, agora, o usuário vai poder compartilhar com outras pessoas suas fotos que estão no iCloud. É algo que outros serviços de nuvem, como Dropbox e SkyDrive, já permitem faz tempo. A câmera tem, ainda, um modo panorâmico. Isso vai tornar obsoletos aplicativos como o popular 360panorama.

14:30 Phil Schiller confirma que o processador do iPhone 5 chama-se A6 e diz que ele é duas vezes mais veloz que o anterior tanto no desempenho geral como em gráficos. Sobe ao palco Rob Murray, da produtora de jogos Electronic Arts. É hora de falar de games. Murray mostra um jogo de corrida, destacando a qualidade dos gráficos do iPhone 5. Murray sai e Phill Schiller passa, então a falar da duração da carga da bateria do iPhone 5. O tempo vai de 8 horas para conversas e navegação na web a 225 horas em espera.

14:25 Phil Schiller começa a mostrar alguns aplicativos que já foram atualizados para a tela do iPhone 5, que tem formato mais alongado que a dos modelos anteriores do iPhone. Surgem, no telão o app da CNN e também o Open Table. Depois, Schiller mostra um vídeo em formato widescreen, que preenche toda a tela. Ele confirma, então, que o iPhone 5 tem conexão 4G LTE, como já vinha sendo antecipado. Na tela, um gráfico compara as velocidades de acesso à internet de vários tipos de conexão. A LTE pode atingir, em condições ideais, 100 Mbps. É dez vezes a velocidade do 3G. Shiller mostra um mapa com as operadoras compatíveis nos Estados Unidos e em alguns outros países. Não há nenhuma brasileira. O LTE ainda está em fase de testes aqui e não se sabe, ainda, se o iPhone 5 vai ser compatível com a frequência de transmissão adotada no país.

14:20 Uma imagem do iPhone 5 aparece no telão. "É o produto mais bonito que já fizemos", diz Phil Schiller. O aparelho parece igual às imagens que circularam antes da apresentação. A tela é de 4 polegadas, como vinha sendo antecipado, no formato alongado já visto em inúmeras ilustrações mostrando como seria o iPhone 5. Schiller diz que o formato foi escolhido para que caiba na mão com conforto. Ele mostra que cinco fileiras de ícones são exibidas na tela inicial, em vez de quatro como acontece no iPhone 4/4S. Ela passa,e então, a mostrar como o sistema operacional iOS 6 aproveita o espaço extra na tela. No calendário, por exemplo, mais compromissos ficam visíveis. No caso de aplicativos que não foram atualizados para a nova tela, aparecem faixas pretas acima e abaixo, como acontece com um filme em formato 4:3 num televisor de alta de finição, que tem tela em formato 16:9.


14:15 Tim Cook diz que a App Store tem 700 mil aplicativos. Entre eles, 250 mil foram otimizados para uso no iPad. Ele diz que cada usuário já baixou, em média, mais de cem aplicativos. Diz, ainda, que 90% dos apps na loja estão "vivos", ou seja, são baixados ao menos uma vez todos os meses. Continuando com os números, ele diz que 400 milhões de dispositivos móveis com o sistema iOS (iPhone, iPad e iPod touch) já foram vendidos. E, finalmente, chega a hora de falar do iPhone. Phil Schiller, vice-presidente da Apple, sobe ao palco. Confirmado: o nome é iPhone 5!

14:10 Tim Cook fala do Mac. Ele diz que o MacBook Pro com tela Retina e o MacBook Air são líderes de mercado há três meses nos Estados Unidos. Ele diz que há seis anos o Mac cresce mais que os PCs com Windows no mercado. Ele passa, então, ao iPad. Diz que a Apple vendeu 17 milhões de tablets no último trimestre. No total, 84 milhões de iPads já foram vendidos. Ele diz que a Apple tem 62% do mercado mundial de tablets. 

14:05 Tim Cook, o CEO da Apple, sobe ao palco, cumprimenta a plateia e diz que tem coisas muito interessantes para mostrar. Ele fala, então, sobre as lojas da Apple. Mostra um vídeo sobre a abertura da loja de Barcelona, na Espanha. Cabe perguntar quando haverá uma Apple Store no Brasil. Não conhecemos nenhum plano da Apple nesse sentido.

14:00 A apresentação do iPhone 5 deve começar em instantes no Yerba Buena Center for the Arts, em São Francisco, na Califórnia. O auditório está lotado.

13:30 A Apple faz, hoje, a apresentação do smartphone mais esperado do ano, o novo iPhone, que vem sendo chamado, informalmente, de iPhone 5 (o nome oficial ainda é incerto). A apresentação começa às 14 horas no Yerba Buena Center for the Arts, em São Francisco, na Califórnia. Acompanhe a cobertura ao vivo nesta página. E, enquanto Tim Cook e sua turma não sobem ao palco, aproveite para ver o que já sabemos sobre o novo iPhone.

Existe a expectativa de que, junto com o novo iPhone, a Apple revele novos modelos do iPod. Também é possível que a empresa apresente um MacBook Pro de 13 polegadas com tela Retina, de alta resolução. Embora se saiba que a empresa de Cupertino prepara um iPad mini, com tela de 7,85 polegadas, ele não deve ser anunciado neste evento.

Também há dúvida sobre a possível apresentação de novos modelos do PC tudo-em-um iMac. É mais provável que essa nova geração do iMac seja apresentada num evento posterior, em outubro ou novembro, junto com o iPad mini.

(recarregue a página para ver as atualizações)

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaIndústria eletroeletrônicaiOSiPhoneiPhone 5iPodSmartphonesTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

TikTok impulsiona crescimento da cultura sul-coreana e alcança R$ 777 bilhões

Google deve comprar empresa de cibersegurança por US$ 23 bilhões, diz WSJ

Motorola Moto G24 vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy A54 é bom? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Mais na Exame