Apple apresenta nova linha de Macs, agora com chips próprios

Novos computadores da empresa da maçã contam com processador M1, desenvolvido pela própria empresa de Cupertino

A Apple realizou um evento nesta terça-feira (10) em que apresentou novidades para a sua divisão de computadores com a chegada de novos Macs, agora com chips próprios da Apple. Vale destacar que a empresa já havia apresentado novidades para os iPads e Apple Watches, em setembro, além do lançamento do novo iPhone, no mês passado.

Quer acompanhar as principais notícias do mercado com análises de qualidade? Assine a newsletter de EXAME Research.

A Apple informou que o novo processador, com com 5 nanômetros de distância, conta com processamento com CPU de 8 núcleos, 4 de alta performance e 4 de alta eficiência, que permitem manter tarefas com alto nível de eficiência. Isso torna o chipset duas vezes mais poderoso do que os processadores de PCs e com um quarto do consumo energético.

O novo processador, que é o coração de um computador, traz ainda placa gráfica integrada, na qual a Apple afirmou que tem a tecnologia mais avançada já desenvolvida em Cupertino. O chip tem processado neural com 16 núcleo, capaz de processar 1 trilhões de operações por segundo.

MacBook Air

O primeiro MacBook equipado com o novo chip M1 foi o MacBook Air, modelo que se tornou um símbolo da divisão de computadores da Apple nos últimos anos pelo design fino e leve e que reformulou a indústria de computadores. O computador é o mais vendido no mundo entre os aparelhos com telas próximas de 13 polegadas.

Com tela de 13,3 polegadas e processador macOS Big Sur, o novo computador chega ao mercado por 999 dólares. Neste preço, ao computador vem equipado com memória interna de 256 GB em SSD, 8 GB de memória RAM, tela de 13 polegadas Retina com True Tone, quatro portas USB e duas portas Thunder Bolt.

Macbook Air 2020 Novo MacBook Air conta com processador M1 com CPU 8-core e chega ao mercado custando a partir de 999 dólares

Novo MacBook Air conta com processador M1 com CPU 8-core e chega ao mercado custando a partir de 999 dólares (Apple/Divulgação)

Na versão mais parruda, com 16 GB de memória RAM (mais 200 dólares) e SSD com 2 TB de espaço (mais 800 dólares), o preço sobe para 1.999 dólares. É possível também optar por versões com SSD de 256 GB (200 dólares a mais) e com 1 TB (400 dólares a mais). O MacBook Air está disponível nas cores Space Gray, Gold e Silver.

Equipado com sistema operacional macOS Big Sur, o novo MacBook Air vem com o chip M1 com CPU 8-core, GPU 7-core e Neural Engine 16-core. A fabricante garante que o novo MacBook Air tem capacidade gráfica até cinco vezes mais potente em termos de velocidade. A GPU é 3,5 vezes mais veloz e o armazenamento de arquivos em SSD também dobrou de velocidade graças ao uso do chip M1.

Em outros números, o computador terá 15 horas de duração da bateria enquanto conectado na internet em uma rede sem fio. A bateria poderá durar até 18 horas, caso o computador não esteja conectado à internet.

MacBook Pro

O segundo notebook da Apple equipado com o chip M1 foi o MacBook Pro. O aparelho, que é mais parrudo do que o MacBook Air, chega ao mercado em sua versão com tela de 13 polegadas custando a partir de 1.299 dólares equipado com memória RAM de 8 GB, e SSD de 256 GB.

Assim como no MacBook Air, é possível deixar o aparelho mais potente trocando algumas peças. A memória RAM pode ganhar um upgrade para 16 GB (por mais 200 dólares) e é possível aumentar a capacidade do SSD para até 2 TB (por mais 800 dólares). O MacBook Pro está disponível nas cores Space Gray e Silver.

MacBook Pro: novo notebook parrudo da Apple chega custando a partir de 1.299 dólares

MacBook Pro: novo notebook parrudo da Apple chega custando a partir de 1.299 dólares (Apple/Divulgação)

Entre as características, o aparelho é até 11 vezes mais rápido em termos de machine learning do que os principais concorrentes no mercado. Isso significa que o computador poderá realizar funções mais rapidamente sem que seja necessitado para isso. O sistema operacional também será o macOS Big Sur.

O MacBook Pro traz duas portas Thunderbolt e outras quatro portas USB. A Touch Bar foi mantida, assim como TouchID. O hardware é completado com a melhor bateria já produzida pela Apple para computadores, com duração estimada de 17 horas para a navegação web sem fio e de até 20 horas para a reprodução de vídeos.

Mac mini

Além dos novos MacBook Air e MacBook Pro, a Apple apresentou também um novo dispositivo para competir contra os computadores de torre. O Mac mini, que mede um décimo de uma torre de CPU de um computador tradicional, promete ser até 5 vezes mais rápido do que os modelos tradicionais.

MacMini Mac mini: aparelho chega ao mercado custando a partir de 699 dólares

Mac mini: aparelho chega ao mercado custando a partir de 699 dólares (Apple/Divulgação)

O novo Mac mini chega ao mercado por 699 dólares, valor que é 100 dólares mais barato do que o modelo antecessor. O aparelho chega nas mesmas características dos MacBooks, com memória RAM de 8 GB e SSD de 256 GB, tudo podendo ser aprimorado gastando algumas centenas de dólares a mais.

É importante destacar que o Mac mini não conta com monitor. É preciso conectar o aparelho em uma tela.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.