AliExpress reduz pela metade valor necessário para frete grátis no Brasil

O AliExpress Direct foi lançado em abril deste ano, quando os brasileiros estavam no auge do distanciamento social

O site de compras chinês AliExpress reduziu o limite necessário para conseguir frete grátis na modalidade Direct (quando todas as compras chegam no mesmo pacote por conta da pandemia do novo coronavírus) pela metade. Anteriormente a compra precisava alcançar o valor mínimo de 30 dólares (cerca de 168 reais na cotação atual), agora é preciso gastar 15 dólares (quase 84 reais).

O AliExpress Direct foi lançado em abril deste ano, quando os brasileiros estavam no auge do distanciamento social pela covid-19 como uma forma de facilitar as compras.

Com ele é possível fazer com que todos os itens comprados, mesmo quando a compra é efetuada em lojas diferentes, chegue no mesmo dia e no mesmo pacote.

Outra novidade anunciada pela empresa é que o produto poderá ser devolvido de forma gratuita após 15 dias do recebimento.

Lucro surreal

No ano fiscal encerrado em março, que inclui a operação de 2019, a Alibaba (dona do AliExpress) chegou ao recorde interno de 1 trilhão de dólares em produtos vendidos (o chamado GMV), incluindo as vendas de terceiros no marketplace apesar da pandemia. Dessas vendas, o faturamento anual foi de 72 bilhões de dólares, alta de 35%.

Entre janeiro e março deste ano, já com maior impacto da crise do coronavírus, o faturamento cresceu 22% na comparação com o mesmo período de 2019, para 16,1 bilhões de dólares.

Na última quinta-feira, 20, a Alibaba anunciou um aumento de 34% nas vendas no primeiro trimestre de seu ano fiscal escalonado, resultado da explosão nas compras pela internet.

O grupo viu suas receitas de seus data centers (cloud) aumentarem 59% para 1,7 bilhão de dólares e também se beneficiou de significativos ganhos de capital no mercado de ações, que elevaram seu lucro líquido para 6,7 bilhões de dólares, resultado que mais que dobrou (+124%) em relação ao mesmo trimestre do ano fiscal anterior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.