A saga de um app brasileiro para fazer delivery na fronteira com o Uruguai

A startup paranaense Appétit Delivery, de entregas, percebeu que se esticasse os limites da área que atende para além do Brasil, encontraria um bom negócio 

O mercado de delivery está, sem dúvidas, em seu momento mais pujante. Com o setor faturando cerca de 215 bilhões de reais anualmente, os restaurantes representam agora, em média, 2,9% do PIB brasileiro, mesmo com a pandemia.

E para se valer deste potencial, e, por que não, do potencial de países vizinhos, um app de entregas, criado no Paraná, resolveu mandar seu entregadores em viagens internacionais. Apesar de ser isso mesmo, vale lembrar que o Brasil tem fronteiras terrestres com nova países da América do Sul.

Então, a ideia da Appétit Delivery, uma franquia de entregas focada em cidades longe dos grandes centros, foi levar comida com tempero nacional para o Uruguai, justamente para aproveitar a proximidade de cidades como Santana do Livramento fronteira com a cidade de Rivera, Uruguai, e Jaguarão, no Rio Grande do Sul, fronteira com Rio Branco.

Mas a jornada até os limites do Brasil teve seus percausos. A empresa precisou, inicialmente, de uma adaptação técnica no aplicativo para atender os clientes do uruguaios. No caso, a plataforma só aceitava numeros brasileiros, pois cadastro dos perfis era autenticado via WhatsApp, e agora será possível receber clientes de qualquer nacionalidade.

A parte fiscal também precisou ser regularizada. E neste sentido, há uma curiosidade quando se trata de comercio fronteiriço: a maioria dos moradores nestas regiões possuem dupla nacionalidade, logo, é comum que os comércios transitem também entre os países, com registros em ambos. Dessa forma, para a Appétit também foi necessário criar um RUC, o CNPJ do Uruguai, e se tornar uma, no termo usado na fronteira, doble chapa.

“Como são cidades ‘gêmeas’, o comércio entre os habitantes dos dois lados é frequente e a demanda acabou acontecendo. Pessoas do Uruguai querendo comprar nos estabelecimentos no Brasil e vice-versa. Como nenhum aplicativo fazia isso, corremos atrás para adequar e atender a demanda”, explica o presidente da startup, Juliano Matias. "Com a nova empreitada, esperamos adicionar, de início, ao menos 12 mil novos usuários".

Ainda segundo Matias, a empresa deve seguir para outras fronteiras do Brasil. “Tento uma visão mais clara dos desafios e oportunidades, pensaremos em outros países ou em reforçar a presença no Uruguai”.

O paranaense Appétit Delivery já está presente em 13 estados brasileiros, e conta com mais de 3 mil estabelecimentos cadastrados no app e 1,3 mil entregadores em operação. O aplicativo, cujo principal atrativo é o cashback e ganhos por indicação de novos usuários, foi desenvolvido pela Rhede Sistemas, empresa também do Paraná. Ao optar por focar em cidades menores, o Appétit dribla a concorrência das grandes marcas, que geralmente são voltadas aos centros urbanos.

“Nosso foco são cidades menores, mas temos bons resultados em outras de maior porte também. Guaíba, no Rio Grande do Sul, por exemplo, tem 100 mil habitantes e temos bons resultados. Em contrapartida, temos Querência, no Mato Grosso, com resultados fantásticos para uma cidade de 18 mil habitantes. Dom Pedrito, no Rio Grande do Sul, também completou um ano de operação e os resultados crescem mês a mês”, afirma Matias.

Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia. Assine a EXAME.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também