Tecnologia

Inovação na agenda do CTO: como obter resultados mais rápidos

O CTO desempenha um papel fundamental ao liderar a jornada de inovação e garantir que a companhia se mantenha relevante e competitiva no mercado

 (Getty Images/Reprodução)

(Getty Images/Reprodução)

Publicado em 7 de agosto de 2023 às 09h38.

A busca por inovação tem se tornado cada vez mais uma prioridade para empresas de todos os setores, impulsionada principalmente pela instabilidade econômica global e necessidade de se adaptar a um cenário em constante transformação. Nesse contexto, o Chief Technology Officer (CTO) se tornou uma figura extremamente necessária, pois ele desempenha um papel fundamental ao liderar a jornada de inovação e garantir que a companhia se mantenha relevante e competitiva no mercado.

É importante entender que o papel do CTO evoluiu significativamente nos últimos anos: antes, ele era responsável por supervisionar as operações de tecnologia da empresa, enquanto hoje atua como um agente-chave para a inovação e o crescimento, ajudando a estabelecer os objetivos da organização e trilhar um caminho que leve até eles.

E muito disso se deve também ao destaque que a agenda de sustentabilidade tem recebido dentro das organizações. De acordo com o levantamento global CTO sustentável, realizado pela Intel, para 82% dos CEOs e CSOs a figura do CTO é crucial para o sucesso das ações com foco em sustentabilidade. O estudo ouviu cerca de 1.520 líderes sêniores de TI, 250 CEOs e 250 diretores de sustentabilidade (CSOs) de onze setores diferentes em 22 mercados.

Eles acreditam que esses profissionais são os grandes incentivadores dessa pauta internamente, pois conseguem atingir as metas de sustentabilidade ao alinhar as estratégias de negócios com as necessidades tecnológicas.

Outra iniciativa que tem ajudado os diretores de tecnologia a obter resultados rápidos e eficientes relacionados as crescentes demandas de tecnologia é o trabalho em conjunto com os CIOs, que são líderes de inovação e tem muito a contribuir para o sucesso dos projetos. É o que aponta uma pesquisa do Institute for Business Value (IBV), realizada pela IBM, que mostra que essa relação colaborativa se intensificou nos últimos anos e tem contribuído para o desenvolvimento dos negócios.

Toda essa cultura de inovação impulsiona os investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D), o que garante que a empresa estará preparada para explorar tecnologias emergentes, como inteligência artificial e machine learning, e lançar produtos e serviços pioneiros no mercado. Além disso, incentiva a experimentação, o pensamento criativo e a busca por soluções disruptivas entre as equipes, tão essenciais para conquistar novos consumidores, fidelizar os antigos e se destacar frente à concorrência.

Ao trazer essas temáticas e ações para a rotina de trabalho, os CTOs estão se tornando protagonistas da revolução tecnológica dentro das companhias e fazendo com que elas alcancem novos patamares. A capacidade de inovar de forma ágil e eficaz é obrigatória para a sobrevivência e crescimento das organizações, ainda mais em um mundo cada vez mais dinâmico e competitivo.

Acompanhe tudo sobre:Empresas

Mais de Tecnologia

Revolução digital: mergulhe na terceira onda - e prepare-se para a quarta

Inteligência Artificial traz oportunidades e desafios para a liderança

CEOs revelam que 40% do tempo de suas equipes é perdido

Retail media network: qual é o novo normal no varejo?

Mais na Exame