Como conquistar a estabilidade da casa própria

Aluguel é tido como uma despesa que pode comprometer mais de 30% do seu orçamento mensal. Veja qual é a melhor forma de comprar a casa própria

Existem muitas opções para ter uma nova moradia. Entretanto, o sonho de boa parte dos brasileiros ainda é a conquista da casa própria, sinônimo de segurança e, claro, garantia de ter o conforto do lar.

De acordo com pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), pelo menos 43% dos brasileiros têm como maior sonho a casa própria.

Afinal, nada como um lugar para você e toda a sua família se aconchegar, decorar da forma que bem quer e ter a certeza de um patrimônio duradouro.

A verdade é que um imóvel realmente oferece muitas vantagens. Confira as principais.

Sair do aluguel

Infelizmente, o dinheiro pago para o aluguel não garante nenhum retorno para quem precisa pagar as mensalidades.

Diferentemente do imóvel próprio – que, além de ser customizado da forma que desejar, pode ter índices de valorização com o passar dos anos – o aluguel nada mais é que o custo pelo direito da moradia.

É comum que alguns proprietários peçam o imóvel, mesmo que você mantenha um bom relacionamento com os donos. Essa arbitrariedade pode ser ruim para planejamentos a médio e longo prazo, já que os preços costumam variar bastante mesmo comparando residências de um mesmo bairro.

Por conta disso, o aluguel é tido como uma despesa que pode comprometer mais de 30% do seu orçamento mensal. Isso dificulta o uso do dinheiro para investimentos ou mesmo para a compra de uma casa própria.

Casa própria como um investimento

Sim, imóveis são tidos como ótimos investimentos.

Quem pretende faturar com a compra de uma casa ou apartamento precisa considerar variáveis importantes, como índice de valorização do bairro, existência de serviços essenciais próximos (hospitais, transporte etc) e proximidade do centro.

Muitos especialistas indicam que os imóveis possuem baixa liquidez e boa rentabilidade, tornando-se uma ótima opção de investimento para quem deseja diversificar sua carteira.

Qual a melhor forma de comprar um imóvel?

Seja como forma de investimento ou simplesmente para ter uma moradia confortável, a melhor forma de comprar a casa própria é pelo consórcio de imóveis.

Você não precisa pagar valor de entrada, parcelas intermediárias ou mesmo juros – como é comum em um financiamento.

É possível começar a investir em uma carta de crédito de forma rápida, com pouca burocracia.

Pelo consórcio de imóveis, você seleciona o valor da carta de crédito – correspondente ao valor da casa, apartamento, terreno ou imóvel na planta que deseja adquirir – e o número de parcelas que deseja pagar.

O simulador exibe o valor das parcelas. Pelo contrato, este valor é acrescido de taxa de administração e valor de fundo comum, que remunera a administradora pelos sorteios nas assembleias e pela manutenção do grupo.

Se quiser antecipar a compra do seu imóvel, você pode ofertar um valor de lance nas assembleias. Caso seja o primeiro imóvel, é possível até mesmo usar o valor do FGTS para oferta do lance ou diminuição das parcelas.

Por conta de tudo isso, o consórcio é a melhor opção para que você não pague um valor muito superior ao valor real do bem que selecionou.

Para saber tudo sobre consórcio de imóveis, acompanhe as atualizações do blog Embracon.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.