Pagamento do PIS/Pasep será antecipado até junho por coronavírus

Calendário de pagamento do abono salarial se estenderia até dezembro, mas foi modificado em caráter excepcional

O Ministério do Trabalho anunciou nesta quarta-feira, 1º, que todos os pagamentos do abono salarial do PIS/Pasep serão adiantados para até junho deste ano.

A medida visa auxiliar trabalhadores que enfrentam perda de renda ou desemprego durante a crise provocada pelo coronavírus.

O secretário do Trabalho disse, em entrevista coletiva para anunciar um pacote de benefícios, que o ministério está na fase final, em parceria com o Codefat, para fazer a antecipação de todos os pagamentos deste ano no mês de junho.

Portanto, o calendário que se estenderia até dezembro passará a se encerrar em junho. Com um volume expressivo de recursos aos trabalhadores na ordem de 12 bilhões de reais.

A data dos pagamentos deve ser divulgada nos próximos dias.

Exame Research — 30 dias grátis da melhor análise de investimentos

Quem tem direito ao abono salarial são trabalhadores que receberam, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceram atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2019.

Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2019.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.