Tecnologia para os pequenos

Braço de inovação mundial da AB InBev, a Z-Tech investe em duas soluções digitais brasileiras para ajudar donos de bares e restaurantes na crise
C
Carolina Ingizza

Publicado em 07/05/2020 às 05:48.

Última atualização em 12/02/2021 às 13:05.

A multinacional Anheuser-Busch InBev — dos bilionários brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira — aposta na tecnologia para estreitar o relacionamento com os mais de 6 milhões de pequenos negócios com os quais comercializa suas bebidas. Para isso, em março de 2019, a maior cervejaria do mundo decidiu criar uma empresa de inovação, a Z-Tech. Agora a subsidiária global, com sede em Nova York, nos Estados Unidos, analisa 20 empresas com potencial de investimento na América Latina. O objetivo é fornecer soluções para o setor de bares e restaurantes, muito afetado pela crise causada pelo novo coronavírus.

No Brasil, uma equipe de 200 profissionais da Z-Tech trabalha para minimizar dois problemas do segmento: a gestão de fornecedores e o acesso a crédito de baixo custo. A primeira startup a receber investimento da Z-Tech foi a Menu, uma plataforma digital criada em 2016 para conectar fornecedores de todo o Brasil a clientes corporativos. Com o suporte da Menu, o Empório DP Comércio, por exemplo, na Ceagesp, em São Paulo, inaugurou um serviço de entregas. Desde que recebeu o aporte da Z-Tech em agosto do ano passado, a Menu aumentou o faturamento em 1.100%. Inspirada pela experiência, a ­Z-Tech lançou em março, no México, o market­place MiMercado.

Outra iniciativa apoiada é a fintech Donus, desenvolvida pela equipe brasileira da Z-Tech. O primeiro produto da startup, uma conta digital para pessoa jurídica, foi lançado em fevereiro de 2020 e já atingiu mais de 5.000 clientes. A meta até o final do ano é ter 50.000 usuários, usando como atrativo recursos de crédito. Com bares e restaurantes fechados por causa da pandemia, a Z-Tech aproveita para refinar as soluções. “A Ambev tem 800.000 clientes no Brasil. Entregar esse produto digital bem-feito é uma oportunidade enorme”, afirma o economista Francisco Prisco, presidente global da Z-Tech.