Empreendedora aposta em móveis infantis antiacidentes e fatura R$ 6 mi

O estresse do ambiente corporativo e a vontade de conciliar carreira e maternidade levaram Amanda Chatah a fundar a loja de móveis infantis Muskinha
Amanda Chatah, da Muskinha: receita de 6 milhões de reais com móveis infantis antiacidentes (Divulgação/Mariana Lima)
Amanda Chatah, da Muskinha: receita de 6 milhões de reais com móveis infantis antiacidentes (Divulgação/Mariana Lima)
Por Maria Clara DiasPublicado em 23/03/2022 15:00 | Última atualização em 23/03/2022 12:59Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A empresa de mobiliário infantil Muskinha nasceu com o propósito de unir o útil ao agradável ao entregar móveis infantis de primeira mão e com design nada careta. A ideia é da empreendedora paulistana Amanda Chatah, que fundou a loja ao lado do marido, José Neto, como resposta à busca por equilíbrio entre trabalho e maternidade.

A primeira vez que a ideia de ter um negócio veio à sua mente foi ao perceber a rotina de trabalho exaustivas e o pouco tempo com a filha depois de voltar ao trabalho. A gota d’água foi a queda da filha de um berço recém-comprado. O acidente inspirou Chatah a criar mobiliários infantis no estilo montessoriano, feitos para incentivar a autonomia de crianças pequenas colocando tudo ao alcance dela, num nível próximo ao solo.

Desenvolvida como um hobby, a ideia conquistou amigos e, com o boca a boca a favor, a primeira loja foi aberta em 2016 para atender os inúmeros pedidos de pais preocupados com acidentes domésticos. “Uni uma necessidade minha a um desejo do mercado”, afirma a empreendedora. O carro-chefe da empresa hoje é a chamada “cama-casinha”, capaz de reunir brinquedos e outros mimos no mesmo espaço de descanso do bebê.

Em outra frente, a Muskinha resolveu facilitar a jornada de compra de pais e mães ao ampliar o rol de produtos. Recentemente, a empresa passou a vender objetos de decoração e itens para enxoval. As novidades vêm na esteira de um desejo de estar por dentro das tendências do mercado, como o uso de matérias-primas sustentáveis — toda a madeira utilizada nComoos móveis da Muskinha vem de fontes reflorestadas. “Empreender no ramo infantil é um mar de oportunidades. Sempre há algo novo em que apostar”, diz. Hoje, a Muskinha tem uma loja conceito na Vila Mariana, em São Paulo, e pretende usar o espaço de vitrine para projetos com arquitetos e designers. A empresa deverá faturar 6,7 milhões de reais em 2022.