Revista Exame

Conheça Fabiano Ruiz, o cestinha que se tornou CEO da Henkell Freixenet

Fabiano Ruiz, o homem à frente do sucesso da Henkell Freixenet no Brasil, já foi jogador de basquete profissional

 (Claus Lehmann/Divulgação)

(Claus Lehmann/Divulgação)

Ivan Padilla

Ivan Padilla

Publicado em 19 de agosto de 2021 às 05h40.

Sem eventos nem celebrações, espumantes em geral espocaram menos neste período de pandemia. Uma exceção por aqui foi a Henkell Freixenet. Em 2020, a marca vendeu 1 milhão de garrafas no Brasil. É a líder do mercado de espumantes importados, com 19,5% do market share, um crescimento de 10 pontos percentuais em relação ao ano anterior.

Nesse período o portfólio dobrou, de 30 para 60 rótulos comercializados. E em setembro vem mais uma novidade: a empresa vai lançar Mya, um wine seltzer vegano e sem glúten. Quem está à frente da companhia no Brasil é Fabiano Ruiz, ex-armador de basquete da seleção brasileira na categoria juvenil.

Após a carreira esportiva ele passou a ajudar o irmão em suas casas noturnas, foi embaixador da vodca Absolut e trabalhou no marketing da Pernod Ricard. Há dez anos no comando da Freixenet, ele alimenta um sonho. “Adoraria ser expatriado e ter uma vivência fora do país com minha família”, afirma.  

(Arte/Exame)

https://open.spotify.com/episode/43QsMUyTIJaWF89cZ7pD0E?si=fKd-VQz7Tj2H_acvkxjhqg&dl_branch=1

(Publicidade/Exame)

 

(Publicidade/Exame)

Acompanhe tudo sobre:Basquetebebidas-alcoolicasCEOsExecutivosVinhos

Mais de Revista Exame

Melhores do ESG: os destaques do ano em energia

ESG na essência

Melhores do ESG: os destaques do ano em telecomunicações, tecnologia e mídia

O "zap" mundo afora: empresa que automatiza mensagens em apps avança com aquisições fora do Brasil

Mais na Exame