Três tendências para acompanhar nos próximos 12 meses

Antes de listá-las, oferecemos motivos para uma merecida pausa de ano novo
 (Catarina Bessell/Exame)
(Catarina Bessell/Exame)
Por Lucas AmorimPublicado em 16/12/2021 05:11 | Última atualização em 29/12/2021 13:43Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Como tradicionalmente faz em sua edição de fim de ano, a equipe da EXAME passou as últimas semanas selecionando temas, personagens e tecnologias que devem pautar os próximos 12 meses. E, como tradicionalmente acontece neste período, a sensação é de que a tarefa está cada vez mais complexa. O que não faltam são dúvidas para 2022. A pandemia terá terminado? O trabalho remoto vai continuar? A economia trará surpresas positivas num mar de notícias ruins? Teremos de fato um ano marcado por inflação e juros altos?

De certo, mesmo, apenas as eleições marcadas para outubro e que devem pautar as conversas e estimular desavenças entre amigos e familiares ao longo do ano num ambiente cada vez mais polarizado. Uma pesquisa inédita publicada nesta edição mostra que o brasileiro está mais pessimista para 2022, especialmente com o desemprego. O ano começa pesado, portanto. Mas um olhar mais distante mostra que há, sim, espaço para otimismo. 

Aprenda a empreender com a shark Carol Paiffer no curso Do Zero Ao Negócio. Garanta sua vaga

Como lembramos em nosso especial 2022, o próximo ano será muito melhor do que a distopia Soylent Green, de 1973, previa. A poluição não inviabilizou a produção de alimentos, nem um pote de geleia passou a custar 150 dólares. Pelo contrário: a pandemia abriu os olhos para a urgência da pauta ambiental e levou a avanços inéditos nas empresas e nos governos nos últimos meses.

A força da demanda ESG, sobretudo das pautas sociais, deve ser uma das tônicas dos próximos 12 meses. Também longe das previsões distópicas, devemos ver um avanço inédito de carros elétricos, de entregas ultrarrápidas usando drones e até de projetos de exploração espacial. 

Devemos, também, voltar às viagens a lazer, com a redução das restrições causadas pela pandemia. O especial de Casual traz uma série de reportagens sobre a temporada de verão 2022, que ainda deve ser marcada por cuidados com a covid-19, mas que trará um renovado ar de esperança. De um resort nas Maldivas às novidades do pagotrap baiano, convidamos você a desligar um pouco nesta virada de ano e começar 2022 com ânimo renovado.

Do interior do Maranhão trazemos inspiração para empreender com a história de Ricardo Faria, que virou um dos maiores nomes do agronegócio com investimentos ousados e ritmo frenético de crescimento. À frente de um império com negócios em ovos, soja e fertilizantes, Faria investe em tecnologia para remodelar setores tradicionais da economia. Seguiremos comendo ovos, afinal de contas, mas deixaremos hábitos da pré-pandemia para trás em 2022.

É tempo de recomeçar. Boas festas!  


(Publicidade/Exame)


(Publicidade/Exame)


(Publicidade/Exame)