Zolpidem: Jovem conta ter gastado R$ 9 mil após tomar remédio contra insônia; entenda

De acordo com a Associação Brasileira do Sono (ABS), cerca de 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia no Brasil
Na bula do remédio, possui indicativo de amnésia retrógrada (Universal Images Group/Getty Images)
Na bula do remédio, possui indicativo de amnésia retrógrada (Universal Images Group/Getty Images)
A
Antonio Souza

Publicado em 16/08/2022 às 12:26.

Última atualização em 16/08/2022 às 12:34.

Um medicamento que induz o sono foi bastante comentado nas redes sociais. O zolpidem, que aparentemente possui efeitos hipnóticos, viralizou nas últimas semanas devido aos efeitos provocados no corpo.

Um jovem publicou no Twitter que começou a ter alucinações após o uso do remédio. Ele contou que chegou a comprar dois pacotes de viagens, no valor de R$ 9,2 mil, porém não se lembra em que momento realizou a compra.

Uma reportagem feita pelo G1 apurou que zolpidem é um remédio seguro para combater a insônia, porém é preciso ter receita para comprar. Seus efeitos vão rebaixando os níveis de consciência, deixando atingir com mais facilidade ao sono. 

No caso do jovem do Twitter, a falha de memória é totalmente possível, justamente por essa perda de consciência. Na bula do zoipidem, possui um alerta para amnésia retrógrada durante o uso, ou seja, perda de memória para fatos que acontecem. 

De acordo com a Associação Brasileira do Sono (ABS), cerca de 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia no Brasil. Este cenário aumentou com a pandemia da Covid-19, além do crescimento de pessoas com transtorno de ansiedade.

Veja também: 

É nesta semana! Lançamento de House of Dragon ocorre no domingo

Boca Rosa revela que próximo lançamento da marca será assinado por Pink, seu avatar no metaverso