Pop

Por que o livro 'O Menino Marrom', de Ziraldo, foi suspenso nas escolas de MG?

Obra do cartunista foi banida das atividades escolares da cidade de Conselheiro Lafaiete nesta quarta-feira

Ziraldo: cartunista faleceu em abril de 2024 (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Ziraldo: cartunista faleceu em abril de 2024 (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 20 de junho de 2024 às 10h31.

Última atualização em 20 de junho de 2024 às 10h37.

O livro "Menino Marrom", escrito por Ziraldo, foi temporariamente suspenso das atividades escolares em Conselheiro Lafaiete, na região central de Minas Gerais.

A Secretaria Municipal de Educação tomou a decisão após receber diversas manifestações e opiniões negativas dos pais sobre a obra. A prefeitura anunciou a suspensão nesta quarta-feira, 19.

Em nota, a administração municipal elogiou o livro, chamando-o de um recurso valioso e "uma das principais obras infantis a abordar temas sociais".

A prefeitura lamentou a situação, ressaltando que houve interpretações equivocadas, mas que a secretaria suspendeu o livro para "readequar a abordagem pedagógica e evitar mal-entendidos". A secretaria também esclareceu que todo o planejamento pedagógico segue os documentos norteadores da educação nacional e se baseia no desenvolvimento integral dos estudantes.

'O menino marrom', obra de Ziraldo (Divulgação)

Do que se trata o livro?

Publicado em 1986, o livro de Ziraldo narra a história de um menino marrom e seu amigo, um menino cor-de-rosa. Juntos, eles buscam desvendar o mistério das cores, aprendendo sobre diversidade, respeito e amizade entre pessoas diferentes.

Legado

Ziraldo nasceu em 24 de outubro de 1932, em Caratinga, Minas Gerais. Seu nome é uma combinação dos nomes de sua mãe, Zizinha, e de seu pai, Geraldo. Ele faleceu em 6 de abril, aos 91 anos, enquanto dormia em sua residência no Rio de Janeiro.

Na década de 1970, o escritor e cartunista publicou sua primeira obra infantil, "Flicts", que foi seguida pela famosa história "O Menino Maluquinho" em 1980. Olivro fez tanto sucesso que se tornou um marco na literatura brasileira, recebendo adaptações para a televisão e o cinema. Entre suas principais obras também estão "A Turma do Pererê", "Uma Professora Muito Maluquinha", "O Bichinho da Maçã" e "O Joelho Juvenal".

Acompanhe tudo sobre:LiteraturaMinas Gerais

Mais de Pop

The Weeknd no Brasil: venda geral de ingressos começa nesta quinta; veja preços e como comprar

Agosto tem feriado? Confira as datas comemorativas do mês em 2024

Timothée Chalamet aparece como Bob Dylan em nova cinebiografia do cantor; veja o trailer

Olimpíadas 2024: 'caça aos ratos' poderá render R$ 11.500 a faxineiros de Paris

Mais na Exame